Destaques APDC

destaque xpto

Aconteceu na APDC

Armando Almeida encerra Ciclo de 2014 com líderes das TIC

Jantar-Debate Presidente PT Portugal
04  de  Dezembro   de  2014 | Intercontinental Lisbon (ex-Tiara Park Atlantic)

Recusa a ideia de sentir que está a liderar de forma transitória. Com 109 dias à frente dos destinos da empresa, garante que vai avançar em 2015 com o plano estratégico que anunciou esta semana aos seus quadros. Não tem dúvidas de que tem trabalhadores e gestores a mais e de que o grupo tem que ganhar capacidade de resposta, ser mais ágil e transparente. O que implica uma mudança de cultura, que está em marcha. Sem comentar o passado, tem uma visão sobre o futuro do projeto, independentemente de quem for o acionista. Armando Almeida, Presidente Executivo da PT Portugal, foi o orador-convidado do último encontro do Ciclo de Jantares-debate APDC 2014 com os protagonistas das TIC.

destaque
Nacional

Pareceres consideram que Oi violou acordo de fusão

PT SGPS pode impedir venda da PT Portugal

2014-12-18 12:34:00 | Lisboa

A Oi violou o acordo de fusão assinado com a PT ao decidir vender a PT Portugal. Esta operação constitui “uma grande e qualitativa alteração” ao projeto de fusão assinado entre as partes. Esta é a posição de dois pareceres encomendados pela PT SGPS, que poderão ser utilizados pela holding que reúne os interesses dos acionistas portugueses para travar a alienação da operação nacional à Altice.

destaque
Nacional

PT SGPS tem AG a 12 de janeiro para analisar venda

Altice abre 20% da PT Portugal para novos acionistas

2014-12-12 13:15:00 | Lisboa

Os acionistas da PT SGPS vão analisar a 12 de janeiro a venda da PT Portugal à Altice. Mas o grupo de Patrick Drahi já dá como certa a aprovação e adiantou que conta ter a operação fechada até junho. Entretanto, fez saber que tem 20% da PT Portugal reservados para potenciais acionistas portugueses.

destaque
Nacional

Administração contesta preço e fala de falta de informação

PT SGPS não percebe OPA de Isabel dos Santos

2014-12-10 11:02:00 | Lisboa

O conselho de administração da PT SGPS não concorda com o preço oferecido por Isabel dos Santos na OPA lançada pela empresária angolana. Nem percebe os objetivos da oferta, que não são claros. E considera não ter sido fornecida a informação completa sobre a operação, o que não permite tomar uma posição mais consusbstanciada.

Mais notícias
Frase do dia

Dixit

“Afinal, todos querem a PT Portugal e é claro que a partir de amanhã, com o registo da Oferta Pública de Aquisição (OPA) de Isabel dos Santos sobre a PT SGPS – dona de 25% da Oi – e a apresentação da proposta da Apax/Bain/Semapa, as cartas ficam em cima da mesa. E cada uma delas terá as suas vantagens, para os acionistas e para a própria PT Portugal, coisa que não é necessariamente compatível nos termos”.

António Costa, Diário Económico, 2014/11/27