Destaques APDC

destaque xpto

Aconteceu na APDC

No âmbito do Projeto Tendências da APDC

Executive Breakfast Banca
28  de  Janeiro   de  2015 | Myriad Crystal Center

A banca está em pleno processo de mudança. Perante um vasto conjunto de desafios, desde o regulatório ao digital, que alterou completamente os padrões de consumo, as empresas do setor centram toda a sua estratégia no cliente e numa crescente personalização da oferta. Assente num posicionamento multicanal. As ferramentas TIC são essenciais para esta transformação profunda e no caminho para o digital. Neste Executive-breakfast, os líderes dos principais projetos nacionais analisaram as grandes tendências e o futuro deste mercado.

destaque
Nacional

Acionistas de referência foram determinantes em AG pouco concorrida

PT Portugal vendida à Altice

2015-01-23 12:19:00 | Lisboa

A venda da PT Portugal à Altice já está aprovada pelos acionistas da PT SGPS. A decisão, onde os acionistas de referência foram determinantes, foi considerada por todos como um mal menor.  No final, só o líder da Oi estava satisfeito. Vai encaixar 7,4 mil milhões de euros para reduzir divida e centrar-se nas consolidações. Segue-se agora o processo de aprovação pela regulação da concorrência. Os franceses querem que o negócio esteja concluído em junho. Mas não há timings.

destaque
Nacional

Adiamento da AG de amanhã volta a ser uma possibilidade

CMVM e administração da PT SPGS em ‘guerra’

2015-01-21 15:58:00 | Lisboa

A CMVM considera que há ainda informação relevante a prestar pela PT SGPS aos acionistas antes destes decidirem a venda da PT Portugal. A administração da holding já respondeu, alegando que A PT defende-se, garantindo que já forneceu todos os esclarecimentos e não dispõe de informação adicional. E reafirma que anular a fusão com a Oi seria um "processo de destruição de valor". Um novo adiamento da AG, marcada para amanhã, volta a ser uma forte possibilidade.

destaque
Internacional

Grupo garante que fusão é irreversível

Oi aposta tudo na venda da PT Portugal

2015-01-16 17:18:00 | Lisboa

O grupo brasileiro garante que a fusão com a PT é irreversível, até porque o acordo já foi renegociado na sequência do caso Rioforte, onde considera ter sido a principal vítima. Assegura que a venda da PT Portugal é melhor para todos e uma oportunidade de assegurar um futuro sustentável, tanto para a Oi como para a PT Portugal, que está a enfrentaruma situação adversa.

Mais notícias
Frase do dia

Dixit

"Claro que é triste ver aquilo que pensávamos ser a PT acabar. Como foi triste ver morrer a marca BES. Claro que teria sido melhor resgatar a PT. Mas para isso era preciso dinheiro, coisa que nenhum dos acionistas de referência da PT tinha, revelando bem como dependiam do BES. A alternativa, mais liberal mas que daria uma lição mais dura a alguns acionistas, era deixá-los entregues à Oi com a PT. A venda à Altice acabou por salvá-los mais uma vez. (...) Aquilo a que temos assistido no BES e na PT é uma lição para os defensores dos campeões nacionais e do interesse nacional. Precisamos é de empresários. Que criem valor para os acionistas em vez de rendas."

Helena Garrido, Jornal de Negócios, 2015/01/23