Destaques APDC

destaque xpto

Aconteceu na APDC

Miguel Almeida foi o orador convidado

Jantar-Debate com CEO da NOS
16  de  Outubro   de  2014 | Hotel Tiara Park Atlantic, Lisboa

O problema acionista da PT não está a afetar a operação desta em Portugal. E a confusão gerada é "uma grande falta de respeito". Garante que a rival continua a ser um concorrente feroz, mas que a NOS está a ganhar mercado, graças ao seu conjunto de ativos que lhe permite competir em igualdade. Acresce a estabilidade dada pelo seu acionista, que tem um perfil industrial e de aposta no setor. Miguel Almeida, CEO do novo grupo resultante da fusão entre a Zon e a Optimus, foi o orador convidado do jantar-debate da APDC, onde falou do caso de sucesso da marca, das apostas do grupo e do posicionamento do Estado e do regulador, a quem não poupou críticas.

destaque
Nacional

Novo líder admite venda de ativos em Portugal

Oi quer seguir com fusão com PT

2014-10-17 13:16:00 | Lisboa

A fusão entre a PT SGPS e a Oi prossegue, como o grupo brasileiro a avançar com todos os passos nesse sentido. O que não afasta a venda dos ativos detidos em Portugal, através da PT Portugal. O novo líder da Oi admite a venda dos ativos não estratégicos. E o grupo já estará a avaliar a compra da TIM, enquanto terá colocado à venda as torres móveis em Portugal. Os governos português e brasileiro tecem duras críticas a todo este processo.

destaque
Nacional

Aguarda decisão da Oi e contacta acionistas e Governo

Altice acelera negociação da PT

2014-10-10 11:29:00 | Lisboa

A Altice está a acelerar a compra da PT Portugal à Oi. Depois da proposta aos brasileiros, os representantes do grupo estiveram em Portugal a falar com o Novo Banco (o maior acionista português) e com o Governo. Do lado brasileiro, o sucessor de Zeinal Bava garante que a Oi está empenhada na fusão com a PT mas admite vender ativos em Portugal. Entretanto, em bolsa, a PT SGPS está a registar quebras recorde.

destaque
Nacional

Rumores tinham-se intensificado nos últimos dias

Zeinal Bava renuncia à Oi

2014-10-08 09:52:00 | Lisboa

Eram cada vez maiores os rumores de que os acionistas brasileiros da Oi se preparavam para substituir o líder do grupo, alegadamente por perda de confiança, depois do caso GES. Zeinal Bava antecipou-se e apresentou a renúncia ao cargo. O mentor da fusão da Oi com a PT sai numa altura de grande complexidade. E deixa a PT Portugal nas mãos da Oi.

Lenovo conclui compra dos servidores à IBM2014-09-29 15:59:00 | LisboaOi desiste de 2º leilão de 4G no Brasil2014-09-26 13:05:00 | LisboaOracle inaugura dois data centers2014-09-29 15:58:00 | LisboaEuropa ajuda Google a melhorar política de privacidade2014-09-26 13:01:00 | LisboaEricsson controla Apcera2014-09-26 13:07:00 | LisboaAnacom reanalisa acesso à fibra2014-09-22 17:12:00 | LisboaNOS emite empréstimo obrigacionista2014-09-23 11:31:00 | LisboaNovo iPhone vende dez milhões em dois dias2014-09-22 17:44:00 | LisboaChina Mobile com mais 9 milhões de clientes num mês2014-09-23 11:38:00 | LisboaNOS adquire Mainroad à Sonaecom2014-09-19 13:04:00 | Lisboa
Mais notícias
CTT lançam novo site2014-10-09 15:52:00 | LisboaCapgemini é parceiro GOLD da Microsoft2014-10-03 17:32:00 | LisboaJorge Martins é novo CEO da Capgemini Portugal2014-10-01 12:11:00 | LisboaMEO lança SIM-Card 4G de triplo corte2014-09-26 18:08:00 | LisboaAPAN realiza ação sobre como definir e caracterizar audiências2014-09-26 18:06:00 | LisboaNOS lança tarifário ‘Mais’2014-09-01 13:28:00 | Lisboa
IBM anuncia analítica preditiva avançada2014-09-18 18:37:00 | LisboaNOS tem novo tarifário Livres2014-09-26 13:03:00 | LisboaMEO Taxi chega ao Porto2014-09-23 11:34:00 | LisboaAlcatel-Lucent com novo recorde mundial na banda larga2014-07-16 12:16:00 | LisboaSAS Forum Portugal 20142014-09-18 15:38:00 | LisboaNOS alarga oferta de canais2014-09-18 15:40:00 | Lisboa
Ver mais
Frase do dia

Dixit

“A suprema arte da guerra é derrotar o inimigo sem lutar” sentenciava Sun Tzu. Paulo Azevedo e Isabel dos Santos, os maiores accionistas da Nos, validam o pensamento do general chinês. Sem lutarem, conseguiram que o seu inimigo, a PT, se desfizesse em pedaços e têm agora uma oportunidade ímpar para conquistarem mercado e se afirmarem como a maior operadora portuguesa. Para Paulo Azevedo, as saídas, primeiro de Henrique Granadeiro e agora de Zeinal Bava, devem ter ainda um valor simbólico adicional. Afinal foram eles que venceram a batalhada OPA que a Sonae lançou sobre a PT, utilizando argumentos que acabaram por desbaratinar.”

Celso Filipe, Jornal de Negócios, 2014/10/10


Não perca tempo!

Seja Sócio!
Faça parte do Mundo das TIC com a APDC

Tenha acesso privilegiado e participe na construção do futuro!

APDC no flickr