Big techs gastam 7,5 mil milhões em compras desde início de abril

2020-05-18 A pandemia não está a travar as aquisições nem reduziu o apetite das big techs norte-americanas por investimentos em startups. Desde o arranque o 2º trimestre, as gigantes tecnológicas Facebook, Apple, Amazon e Microsoft já investiram 7,5 mil milhões de dólares na compra de empresas. É o valor mais alto desde o 4º trimestre de 2018, quando a Microsoft adquiriu a GitHub, também por 7,5 mil milhões. As contas são da plataforma PitchBook.

A maior parte desse valor é da responsabilidade do Facebook, que só numa operação vai investir 5,7 mil milhões de euros: a sua entrada, anunciada a 22 de abril, para o capital da Jio Platforms, uma das subsidiárias do maior grupo da India, a Reliance Industries, e o maior operador de telecomunicações do país, com 370 milhões de subscritores. Passa a ser o maior acionista minoritário da Jio Platfofms, com 9,99% do capital. E acaba de anunciar mais um compra, agora da Giphy, conhecida plataforma de partilha de GIFs animados, num valor estimado em 400 milhões de dólares.

Mas também a Microsoft anunciou a aquisição da empresa de redes virtuais britânica Metaswitch Networks, depois de no 1º trimestre ter adquirido a Affirmed Networks, na área do 5G. E a Apple terá comprado a NextVR, uma startup de streaming de realidade virtual, enquanto a Uber quer ficar com a concorrente americana da Uber Eats. Já a Zoom anunciou a compra de uma especialista de encriptação, a Keybase, depois de terem sido reveladas vulnerabilidades de segurança. E a Cisco ficou com a Fluidmesh, empresa da área da IoT, a Fluidmesh.

As big techs estão assim a aproveitar a má conjuntura para as startups que, em resultado da pandemia mundial, estão a despedir trabalhadores em massa e enfrentam uma queda acentuada nas suas avaliações. E não se espera que, para já, a situação melhore, pelo que se poderá assistir a mais aquisições.

Espera-se agora pela posição dos reguladores, tendo em conta que estas operações podem afetar a concorrência no mercado.

Papel dos governos, empresas e cidadãos também é fundamental


Three Sweden arranca em junho e Telenor até final do ano


Rival Vodafone quer alcançar cobertura de 10 milhões de pessoas


No seu processo de digitalização e reajustamento à nova realidade


Consumidores vão manter por mais tempo dispositivos atuais


Entre as prioridades estão o digital e a economia verde


Defendendo implementação já no verão


Tem ainda processos a correr da Amazon, Apple e Facebook


Para proporcionar plataforma omnicanal inovadora para uma experiência bancária superior