Ericsson abre fábrica inteligente na China

2019-09-20 A Ericsson acaba de anunciar um marco importante nas suas capacidades de fabrico inteligente, ao inaugurar uma fábrica inteligente na China. Foram modernizadas todas as etapas de produção e implementadas ferramentas e tecnologias de IoT celular, indústria 4.0 e IA. A produção é otimizada através de uma configuração de produção modular e flexível, num processo que visa preparar a unidade para a introdução e a implementação rápida do 5G naquele mercado.

Assim, a depois de um processo de transformação de 500 milhões de coroas suecas na fábrica da empresa em Nanjing, na China, a unidade automatizada está entre as instalações de fabrico mais avançadas da indústria. Nela, produz produtos de tecnologia de rádio 5G e 4G, sendo que a maioria suporta os prestadores de serviços de comunicação no mercado chinês para aumentar a capacidade de rede, implementando o 5G e tornando a Indústria 4.0 uma realidade.

A atualização, que durou 18 meses, serviu para a Ericsson modernizar todas as etapas do processo de produção, como preparação para a introdução e a implementação rápida do 5G na China. Inclui a primeira linha de montagem automática de design modular para rádios 5G, que permitirá produzir os mais recentes rádios 5G na capacidade necessária para responder às necessidades do mercado chinês.  A partir do segundo trimestre de 2019, foi implementada uma linha de embalamento automática atualizada, que dá suporte a produtos 4G e 5G.

A Ericsson também modernizou equipamentos de teste de 5G para serem mais eficientes e mais flexíveis em todo o portfólio de produtos. Além da contribuição para a elevada qualidade dos produtos, isto também significa que os produtos podem ser introduzidos no mercado mais rapidamente. A competência e as formas de trabalhar com ferramentas de análise, inteligência artificial (IA) e aprendizagem automática também beneficiaram deste investimento. A IA é, agora, utilizada para reconhecer componentes na linha de produção, aumentando a eficiência, a precisão e a qualidade.

As tecnologias avançadas de IoT móvel na fábrica de Nanjing possibilitam um sistema de alertas automáticos que chama a atenção imediata para problemas e falhas graves. Implementadas em 45 estações de trabalho, permitem aumentar a eficiência e a velocidade do sistema de produção.

A fábrica de Nanjing faz parte da cadeia de fornecimento global da Ericsson e estas novidades sucedem os anúncios anteriores de que a Ericsson iria digitalizar a sua fábrica na Estónia e implementar uma fábrica inteligente nos EUA. A estratégia da cadeia de fornecimento global da Ericsson consiste em assegurar que a empresa trabalha em proximidade com os clientes nas suas operações europeias, asiáticas e americanas, e garante entregas rápidas e ágeis para satisfazer os requisitos dos clientes.
 

2019-10-10 | Atualidade Nacional

Para disponibilizar inovações em data science e IA para o retalho


2019-10-08 | Atualidade Nacional

Regulador flexibiliza calendário para dar resposta às preocupações da MEO


Em causa está a preferência dos consumidores pelo online


2019-10-17 | Breves do Sector

Em parceria com o Dinheiro Vivo e a TSF


2019-10-11 | Breves do Sector

Com um total de cinco projetos distinguidos nas várias áreas