Google recorre da multa de 1,49 mil milhões imposta pela CE

2019-06-05 A Google acaba de recorrer oficialmente contra a multa de 1,49 mil milhões de euros imposta por Bruxelas há três meses, por abuso de posição dominante no mercado de publicidade online, através do Google AdSense. O Telegrah avançou que o recurso foi apresentado no Tribunal de justiça da União Europeia, o que foi confirmado por fonte da tecnológica.

Esta coima correspondeu a 1,29% do volume de negócios da Google em 2018 e foi a terceira a ser aplicada à gigante. Em julho do ano passado, a concorrência europeia aplicou-lhe uma multa recorde 4,3 mil milhões de euros por abuso de posição no mercado no sistema operativo Android.

Um ano antes, tinha anunciado uma penalização de 2,42 mil milhões por favorecimento do serviço de comparação de preços do Google Shopping em relação aos seus concorrentes. A Google também recorreu destes processos, mas entretanto avançou com alterações na forma como opera o Google Shopping e o Android na Europa, de forma a evitar mais penalizações.

No caso do AdSense, a CE descobriu que entre 2006 e 2016 a Google incluiu clausulas restritivas nos seus contratos com os grandes sites que usam a plataforma, de forma a manter os rivais fora do mercado.

Com uma experiência digital conectada, controlado através de um smartphone


Postmates opera no mercado norte-americano


Tecnológica apresenta Relatório de Impacto Sustentável e novas metas para 2025


Com regulamento que facilita transição para a nova geração móvel


Para reforçar atividades terá investido 180 milhões de dólares


No âmbito de uma mudança estratégica na rede de retalho


Fabricante reforça posição no ranking BrandZ


Gigante terá dado mais de 1,2 mil milhões pela startup


Para partilhar nos seus serviços News e Discover