Huawei regista sistema alternativo ao Android em vários países

2019-06-17 Confirma-se. A Huawei está mesmo a preparar-se para o cenário de ser impedida de usar o Android, da Google. Já terá pedido o registo de propriedade intelectual em pelo menos 10 países do Hongmeng, o sistema operativo alternativo que o grupo chinês está a desenvolver há vários meses, segundo dados de um órgão da ONU citado pela Reuters.

Países como o Camboja, Canadá, Coreia do Sul e Nova Zelândia estão entre os países onde o pedido foi já feito, segundo dados da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI). Confirma-se assim que a fabricante tem mesmo um sistema operativo de reserva, para o caso de ser impedida de aceder ao sistema Android da Google, que já anunciou que vai cortar o contrato com o grupo chinês, à semelhança do que estão também a fazer muitas outras empresas norte-americanas.

No início deste ano, Richard Yu, presidente-executivo da divisão de consumo da fabricante, já tinha avançado ao jornal alemão Die Welt que a Huawei tinha um sistema de reserva, caso fosse impedida de aceder aos softwares produzidos por empresas dos EUA.

O grupo, o segundo maior vendedor de smartphones do mundo, a seguir à Samsung, ainda não revelou detalhes sobre o sistema operacional, mas os pedidos de registo mostram que pretende usar o seu sistema nos dispositivos da marca. Na China, a  Huawei solicitou o registo do Hongmeng em agosto do ano passado, tendo recebido em maio a aprovação.
 

2019-10-10 | Atualidade Nacional

Para disponibilizar inovações em data science e IA para o retalho


2019-10-08 | Atualidade Nacional

Regulador flexibiliza calendário para dar resposta às preocupações da MEO


Em causa está a preferência dos consumidores pelo online


2019-10-11 | Breves do Sector

Com um total de cinco projetos distinguidos nas várias áreas