SAP anuncia oferta pública inicial da subsidiária Qualtrics

2020-07-29 A SAP vai dispersar em bolsa parte do capital da Qualtrics, através de uma mediante uma oferta pública inicial (IPO) nos Estados Unidos. O grupo adquiriu a empresa em 2018, por 8 mil milhões de dólares, em vésperas desta se tornar pública na bolsa de valores. Agora, o objetivo abrir o seu capital, mas mantendo-se a empresa-mãe como acionista maioritária, para fortalecer a capacidade da Qualtrics de captar todo o potencial do mercado de experience management.

De acordo com um comunicado da SAP, a Qualtrics é líder de mercado e criadora da Experience Management (XM), área em grande crescimento e rápida evolução. A operação ajudará a aumentar a autonomia da Qualtrics, capacitando-a a expandir a sua presença, quer na base de clientes da SAP, quer além desta.

"A aquisição da Qualtrics pela SAP foi um enorme sucesso, que superou as nossas expetativas com um crescimento da cloud superior a 40% em 2019, o que demonstra um desempenho muito forte na configuração atual. No decorrer do meu trabalho com o Ryan Smith e o Zig Serafin, decidimos que uma operação com este perfil seria uma grande oportunidade para a Qualtrics alargar a categoria gestão de experiência no mercado, servir os seus clientes, explorar a sua própria estratégia de aquisição e continuar a construir o seu melhor talento. A SAP continuará a ser o maior e mais importante parceiro comercial e de Investigação & Desenvolvimento, ao mesmo tempo que lhe permite uma maior independência para ampliar a sua base, pelo estabelecimento e construção de parcerias em todo o ecossistema de Gestão de Experiência", refere o CEO da SAP, Christian Klein.

A Qualtrics, que faz parte do portefólio de soluções cloud da SAP, desenvolveu as suas operações com uma maior autonomia face ao registado pelas outras empresas adquiridas anteriormente. O fundador e a atual equipa de gestão da Qualtrics continuarão à frente da empresa, adianta o comunicado.

"Quando lançámos a gestão de experiência, o nosso objetivo foi sempre o de ajudar o maior número possível de organizações a alavancar a plataforma XM como um sistema de ação. A SAP é um parceiro incrível, com um alcance mundial sem precedentes e não poderíamos estar mais satisfeitos com a continuidade desta parceria. Isto irá permitir que continuemos a construir o ecossistema XM junto de um vasto leque de parceiros, explica Ryan Smith, fundador da Qualtrics.

A SAP concordou em adquirir a Qualtrics quatro dias antes da oferta pública inicial da empresa, em 2018. Com essa decisão, reconheceu todo um potencial no processo que visa reunir os dados da experiência com os dados operacionais (X+O), no sentido de ajudar as organizações a tomar medidas de ação. Atualmente, a SAP possui 100% da participação acionista da Qualtrics e manterá a maioria das ações da empresa, sem qualquer intenção de dividi-las ou aliená-las. Já Ryan Smith pretende ser o maior acionista individual da Qualtrics.

A decisão final sobre a IPO, respetivas condições e prazos está pendente e sujeita às condições do mercado. Enquanto acionista maioritária, a SAP continuará a consolidar totalmente a Qualtrics, pelo que não se espera que a transação traga qualquer impacto nas metas financeiras de 2020 ou de prazos mais alargados.

Fortuna pessoal já ultrapassa os 100 mil milhões de dólares


Por temer reforço da posição na publicidade online da tecnológica


Foi a única fabricante a subir vendas dos smartphones


Gigante prepara operação para a maior procura até final do ano


Gigante tem 3,14 mil milhões de utilizadores mensais nas suas plataformas


Apesar das vendas terem recuado pela 1ª vez em 16 anos


Tecnológica fatura 128 milhões de euros anualmente


Depois de Donald Trump ter admitido proibir a operação da rede social no país


Big tech foram inquiridas sobre as suas práticas no mercado