Altice inverte tendência de queda das receitas até março

2019-05-09 As receitas da Altice Portugal registaram no primeiro trimestre do ano um aumento de 0,4%, para 509 milhões de euros, invertendo-se assim a tendência que queda dos trimestres anteriores. O grupo beneficiou de um aumento dos serviços empresariais e da estabilização no segmento de consumo, num trimestre em que investiu 100 milhões de euros.

Em comunicado, a empresa adianta que estes resultados “vêm consolidar o desempenho registado ao longo de 2018”, tendo a estratégia encetada nos últimos anos resultado numa “franca melhoria dos principais indicadores financeiros”. E destaca que é visível em todos os segmentos uma melhoria da tendência homóloga da receita, “em resultado da manutenção do crescimento dos indicadores operacionais nos últimos trimestres e liderança das aquisições do mercado”.

Assim, as receitas dos negócios fixo e móvel cresceram em praticamente todos os segmentos, com destaque para os serviços empresariais, que cresceram 1,2% em termos homólogos. Já o segmento de consumo quase estabilizou, apresentando um recuo de 0,2% face ao primeiro trimestre de 2018.

Esta área foi impactada pelas “medidas regulatórias desfavoráveis, como é o caso do decréscimo das tarifas de terminação, e da autorregulação na subscrição do serviço IP Billing, que afetam todos os segmentos, mas em particular o consumo”.  Aqui, manteve-se no trimestre a expansão da base de clientes, com adições líquidas positivas pelo sexto trimestre consecutivo, o que equivale a 18 meses seguidos de crescimento.  O EBITDA ajustado foi de 206 milhões de euros (-1,4% em termos homólogos), apresentando uma melhoria significativa na tendência dos últimos 5 trimestres.

A Altice destaca que a aposta na expansão da rede de fibra “contribuiu para o sucesso registado e permitiu a solidificação dos resultados operacionais”. Tendo como meta alcançar os 5,3 milhões de cobertura de lares e empresas portuguesas 2020, ficou no trimestre com 4,59 milhões de casas passadas com fibra, evidenciando um acréscimo e 102 mil casas no trimestre. Já no que respeita à rede móvel, a cobertura é de 98,6 % no 4G e de 75 % no 4G+, em termos populacionais.

No total, o investimento do trimestre foi de 100 milhões de euros (105 milhões um ano antes), em particular na expansão da capacidade da rede móvel 4G e na manutenção das políticas comerciais de aquisição de novos clientes.

O comunicado avança ainda que a Altice “procurou reforçar de uma forma sustentável a sua estratégia, na otimização dos seus recursos, na capacidade da sua infraestrutura e na continuação da estratégia comercial de melhoria da qualidade de serviço junto do cliente e na disponibilização de serviços inovadores”.

No negócio de tv por subscrição, conseguiu no trimestre 14 mil adesões líquidas, garantindo ter capturado cerca de 60% da expansão total do mercado registada em 2018. No móvel, a base de clientes pós-pagos quase atinge os 3 milhões de subscrições, tendo apresentado um incremento de 33 mil novas adesões no trimestre. O grupo destaca que a convergência continua a ser uma aposta do segmento consumo, crescendo 3 pontos percentuais face ao período homólogo.

Já no segmento de serviços empresariais, o crescimento de 1,2% nas receitas ficou a dever-se ao incremento nos segmentos B2B e grossista, em resultado da aposta nas novas linhas de receita, como o ICT e Serviços BPO, e em novas linhas de produtos & serviços na área do IoT e incremento de serviços internacionais e da utilização de infraestruturas por outros operadores respetivamente.

2019-05-23 | Atualidade Nacional

Seis concelhos e mais de 60 freguesias


2019-05-23 | Atualidade Nacional

Sem ter ainda definidos valores pela atribuição do espetro


No âmbito do sistema de leilões de anúncios


2019-05-23 | Breves do Sector

Pelo 13º ano consecutivo


2019-05-21 | Breves do Sector

Mobilidade urbana da cidade utiliza tecnologia do operador