Altice Portugal reforça crescimento até setembro

2019-11-13 A Altice Portugal registou receitas de 536M milhões de euros no 3º trimestre do ano, mais 2,1% que em período homologo do ano passado e mais 2,8% que no trimestre anterior. Um resultado que se ficou a dever sobretudo ao crescimento no segmento empresarial e em menor escala ao segmento de consumo. O operador diz que estes resultados “vêm reforçar o sucesso da estratégia definida e a consolidação do esforço realizado nos trimestres anteriores”.

Estes resultados “vêm reforçar o sucesso da estratégia definida e a consolidação do esforço realizado nos trimestres anteriores, resultando na inflexão dos resultados operacionais e financeiros”, refere a empresa em comunicado, destacando “a trajetória iniciada no 4º trimestre de 2017, que reflete a recuperação e transformação potenciada pela estratégia da Altice Portugal”.

As receitas do segmento de consumo cresceram 0,9% face a igual período do ano passado e 2,9% em relação ao trimestre anterior. Já no segmento de serviços empresariais subiram 3,6% e 2,6%, respetivamente.

O EBITDA apresenta também uma tendência significativa de melhoria nos últimos 7 trimestres, No 3º trimestre, cresceu 1,2% face ao anterior, sendo “marcante” a sua estabilização no acumulado dos 9 meses quando comparado com o período homólogo. O que resulta, segundo o grupo, não só do aumento das receitas, mas também “do movimento de estabilização ao nível da margem bruta e comercial e da manutenção do rigoroso controlo e disciplina ao nível dos custos operacionais, beneficiando igualmente do efeito do programa de saídas realizado no 1º trimestre”.

Em termos operacionais, destaca-se no segmento de consumo o facto de 58% da base de clientes já usar a fibra (mais 3% face ao trimestre anterior). No total, a Altice tinha 13,4 milhões de RGUs no 3º trimestre de 2019, apresentando um crescimento de 190 mil adições líquidas no trimestre. O reforço nos RGUs do negócio fixo foi de 38 mil no trimestre (serviços de voz, banda larga e TV), e de 99 mil nos últimos doze meses. No terceiro trimestre de 2019, o negócio móvel trouxe mais 152 mil adições líquidas, sendo 56 mil em planos pós-pagos. A Altice ficou com uma base de 3 milhões de clientes móveis (mais 41 mil no 3º trimestre), enquanto o parque de serviços de TV atingiu os 1,4 milhões de clientes (mais 16 mil em adições líquidas).

No segmento B2B, o desempenho operacional também foi positivo. Os RGUs de televisão continuaram a crescer a um ritmo de 4 mil por trimestre, desde o início do ano, e a banda larga registou 5 mil RGUs adicionais por trimestre. No negócio móvel, o crescimento de RGUs atingiu apenas 13 mil neste trimestre, mas precedeu a marca mais alta nos últimos 4 anos, de 38 mil no 2º trimestre. “A estratégia comercial com foco na convergência, no aumento da conetividade, na proximidade às necessidades dos Clientes Empresariais, lançando novas e mais abrangentes soluções de ICT, BPO, M2M/IoT, permitiu atingir este nível de resultados”, refere-se.

No total, a Altice Portugal alcançou 4,8 milhões de casas com fibra passada no trimestre, permanecendo ainda mais perto da meta de 5,3 milhões estabelecida para 2020.

2019-11-28 | Atualidade Nacional

Valor representa aumento de 200 mil encomendas num ano


De acordo com o mais recente relatório da The Economist Intelligence Unit


Considerando tecnologia essencial para a competitividade europeia


2019-12-05 | Breves do Sector

Com a solução HP ZCentral


2019-12-03 | Breves do Sector

Com uma adesão muito acima das expetativas dos empreendedores