Altice Portugal reforça investimento na fibra no norte do país

2018-12-07 O Comité Executivo da Altice Portugal, liderado pelo Presidente Executivo, esteve esta semana na região de Trás-os-Montes, no âmbito da estratégia de proximidade. Foram assinados protocolos com várias autarquias para o reforço da cobertura em fibra ótica. O objetivo é chegar a 2020 com 5,3 milhões de casas com cobertura de fibra. Já detém 4,5 milhões.

Bragança, Vimioso, Mirandela e Chaves foram as autarquias com as quais a altice Portugal assinou protocolos que visam expandir a área de cobertura da rede de fibra ótica no território nacional. Em Bragança e no Vimioso, ficou acordada uma segunda vaga de investimento em infraestrutura de última geração, dotando estes concelhos de uma cobertura superior a 75% das casas e empresas.

Numa ótica de proximidade, a empresa tem vindo a investir em regiões com baixa densidade populacional, de modo a potenciar o seu desenvolvimento económico e a inclusão digital alargada em várias regiões do país.

"Desde que esta equipa tomou posse, assumimos uma estratégia que tem no pilar da proximidade uma das suas componentes mais fortes: proximidade ao território português, proximidade a todos os portugueses, proximidade às pessoas. Este é efetivamente um pilar chave para aquilo que fazemos e é por isso também que estamos aqui", refere Alexandre Fonseca, CEO da Altice Portugal.

Além destes acordos, foram ainda desenvolvidas várias iniciativas, como ações de alargamento da responsabilidade social, com a entrega de equipamentos tecnológicos a instituições sociais e de ensino. Neste âmbito, foram também entregues tablets ao Agrupamento de Escolas de Mirandela, a duas Escolas Profissionais do município, bem como a cada um dos Agrupamentos Escolares de Chaves.

Paralelamente celebrou-se, através da Fundação Altice, um protocolo com o Patronato de S. José, que contempla a entrega de donativos para ajudar a instituição a desenvolver as suas atividades diárias. O Patronato de S. José acolhe jovens do concelho e dá-lhes ferramentas para que possam crescer e ser bem-sucedidos independentemente dos seus antecedentes familiares.

Foi ainda assinado um protocolo de colaboração entre a Altice Labs e o Instituto Politécnico deBragança (IPB), no sentido de promover a captação e retenção de talento na região, bem como no desenvolvimento de projetos académicos de interesse público ou de negócio que dinamizem a economia regional.

Como referiu o CEO da Altice, "o conhecimento é a chave para o futuro. E esse futuro passa por antecipar tendências, por definir caminhos e por assumir a liderança. A Altice Portugal tem vindo a trabalhar num projeto que é transversal a nível nacional de captura de talento, de captura de conhecimento; porque queremos trabalhar com os melhores, queremos ter os melhores a colaborar ao nosso lado, porque acreditamos que só os melhores nos trarão a ambição que necessitamos para continuarmos a crescer e a desenvolver o nosso projeto tecnológico para fazer também crescer a economia e a sociedade portuguesa".

Foi ainda inaugurado o pólo da Altice Labs em Viseu, que é a primeira cidade do país a inaugurar um pólo destes, já com soluções estreias a nível mundial. Os laboratórios colaborativos regionais da Altice Labs funcionam como extensões e "antenas" de captação de talento e saber, procurando tirar partido das dinâmicas regionais de inovação e impulsionando o desenvolvimento económico e social, ficando no de Viseu o laboratório end-to-end para smart cities.

A Altice Labs Viseu estará focada em projetos de utilidade para as cidades do futuro. Está a desenvolver inovadores equipamentos rádio (sensores, probes e gateways) que permitem a recolha de dados remotos usando as tecnologias LoRa e NB-IoT, uma inovação que é estreia a nível mundial.

2019-01-18 | Atualidade Nacional

Para selecionar as melhores startups da energia


2019-01-18 | Atualidade Nacional

Está a ser feito um levantamento da situação atual em todas as regiões


2019-01-22 | Breves do Sector

Ajuda a eliminar a contrafação de medicamentos


2019-01-21 | Breves do Sector

Para aprendizagem personalizada e transformação digital da educação