HP dá resposta às novas formas de trabalho do pós-pandemia

2020-09-24 A pandemia trouxe grandes e aceleradas alterações ao mundo do trabalho e todas as empresas estão agora a redefinir processos e formas de organização. Para dar resposta a este novo paradigma empresarial, onde o teletrabalho passou a ser uma realidade, a HP acaba de anunciar um novo portfolio de soluções que junta inovação com desempenho e design.

Num evento de apresentação das ofertas para as novas formas de trabalha, foram anunciados portáteis, desktops e acessórios, impressoras empresariais, workstations, impressoras de largo formato e várias soluções. Respondem às mais variadas necessidades em termos de TI, incluindo segurança, colaboração, gestão de processos, mobilidade, impressão remota e controlo de custos.

"A pandemia colocou a todos - empresas e colaboradores - desafios a que não estávamos habituados. Fomos obrigados a trabalhar, estudar e entretermo-nos de forma diferente e a HP fez parte desse caminho de transformação. Com as soluções que disponibiliza, mostramos que esta nova forma de trabalhar pode ser tão ou mais produtiva face ao que estávamos habituados", refere o diretor-geral da HP Portugal, José Correia.

Segundo o gestor, "a aposta que a HP sempre fez na inovação tecnológica - presente no seu ADN desde o nascimento - é particularmente importante neste período de mudança, como vemos no portefólio que a marca agora apresenta". Tendo as empresas sido forçadas a uma mudança acelerada, que se vai prolongar, com a decisão de manter parte ou a totalidade da força de trabalho em casa, os desafios são muitos.

Por isso, José Correia admite que a empresa está preparada para dar resposta às novas necessidades das organizações, nomeadamente para mais ofertas as a service, que já disponibiliza na área da impressão. No evento "New Ways of Working" foram apresentadas as novas famílias de soluções, como a gama ProBook para manter os utilizadores produtivos pela casa, escritório e em movimento; as  workstations Zbook, destinadas a criadores que querem projetar, editar, renderizar e fazer stream a partir de qualquer lugar; as impressoras HP Neverstop, que asseguram impressão sem interrupções e o custo do toner original mais baixo na sua classe; as novas Designjets, especialmente concebidas para simplificar as necessidades de impressão de grande formato do ecossistema profissional; ou o HP Roam e o HP WorkPath, para melhorar o workflow dos colaboradores e otimizar o desempenho dos equipamentos.

Assim, na área de computação pessoal, a HP apresentou vários portáteis desenhados para ajudar a melhorar a produtividade e colaboração em qualquer lugar. A linha ProBook vem responder ao atual modelo de trabalho híbrido, que também vai marcar o futuro das empresas. Em destaque estiveram os modelos HP ProBook 635 Aero G7, com tecnologia HP Sure View Reflect que permite que apenas o utilizador visualize os dados em que está a trabalhar, e o Wi-Fi 6 e o 4G LTE asseguram uma ligação simples, permanente e mais rápida. O teclado permite uma experiência de escrita silenciosa. Destaca-se também o design do portátil, com um look premium e compacto, todo em metal, com mais de 62% das partes mecânicas feitas de materiais reciclados. A higienização foi um dos fatores também tidos em conta no design do novo portátil. O HP ProBook 635 Aero G7 foi por isso concebido para resistir a mil ciclos de desinfeção com toalhetes domésticos, o que permite aos utilizadores terem o equipamento sempre impecavelmente limpo e desinfetado.

A linha de portáteis EliteBook é uma das grandes apostas da HP e inclui outras ofertas que prometem responder a todas as necessidades dos profissionais. Os mais recentes EliteBook foram concebidos para uma conectividade de topo e com funcionalidades de colaboração para darem uma melhor reposta às necessidades dos profissionais. A tecnologia Gigabit Class 4G LTE (cat 16) facilita as ligações e o desempenho profissional. A câmara panorâmica com um campo de visualização de 88 graus combinada com áudio Bang & Olufsen minimiza os sons de fundo e melhora significativamente as experiências de videoconferência. O design dos cantos facilita a abertura do computador, e o teclado redesenhado com teclas de borracha assegura uma experiência ultrassilenciosa. O sistema de privacidade tapa automaticamente a câmara quando é preciso assegurar que não há olhos indiscretos por perto.

As workstations também estão no foco da estratégia da HP, que apresentou uma nova gama que permite que criadores de todos os níveis, incluindo consumidores, freelancers e profissionais, capturem, criem e deem vida a conceitos e ideias digitais que podem ser partilhadas, apreciadas e experimentadas. A nível de sustentabilidade, a linha Z é a primeira linha de workstations portáteis do mundo com plásticos recuperados do oceano, com o exterior em alumínio reciclável e mais leve, mas com uma resistência 5x superior à abrasão da fibra de carbono pintada e em conformidade com os testes MIL-STD 810G.
A Zbook Create, destinada a criadores que querem projetar, editar, renderizar e fazerem stream a partir de qualquer lugar, mas também jogar; a Zbook Studio, a workstation portátil mais potente do mundo por centímetro cúbico, desenhada para responder às exigentes necessidades das aplicações e fluxos de trabalho criativos e para assegurar as melhores experiências de trabalho técnico; a Zbook Power G7, a workstation mais acessível da HP, ideal para estudantes de ciências e matemáticas;  a Zbook Fury 15 G7 (de 15 e 17 polegadas), que disponibiliza aos utilizadores uma performance semelhante à de um desktop; e a Zbook Firefly 15 G7 (de 14 e 15 polegadas), a mais pequena e mais leve estação de trabalho portátil do mundo, estiveram em destaque.

Na área da impressão profissional, a HP está apostada em garantir o melhor resultado a custos controlados e respondendo a necessidades como a segurança e a impressão sem fios ou remota. Vai ainda continuar a apostar na tecnologia laser, com a HP Neverstop Laser, a primeira impressora laser do mundo com toner tank.
Apresentou ainda o seu novo portfólio HP DesignJet, especialmente direcionado a simplificar as necessidades de impressão do ecossistema de profissionais de construção (arquitetos, engenheiros, construtores e técnicos), enquanto apresenta uma alta qualidade e rapidez de impressão a baixo custo. Também a família Scanjet tem mais duas ofertas adicionais para ajudar na melhoria da produtividade nas empresas.

Foi ainda melhorado o HP SecurePrint, uma solução flexível nativa da nuvem que imprime apenas os documentos de utilizadores autorizados. Suporta todos os tipos de rede, incluindo redes tradicionais protegidas por firewall e ambientes de impressão sem servidor, ajudando os clientes a simplificar as infra-estruturas de TI. Graças ao HP Roam, a impressão sem toque da HP permite que os funcionários utilizem o seu badge para recolherem um trabalho de impressão sem ser necessário tocar no painel de controlo.

De forma a facilitar esta nova forma de trabalho, a HP apresentou também a HP Workpath, uma nova plataforma cloud e um ecossistema de desenvolvimento que permite que os revendedores, os developers e os clientes criem aplicações que simplificam os processos de negócio. Muito à imagem do que acontece com os smartphones, os parceiros HP podem criar facilmente aplicações ou aceder a apps já existentes, instalando-as diretamente nas impressoras e multifuncionais HP. Há atualmente mais de 300 developers de HP Workpath e 50 aplicações disponíveis, incluindo apps para segmentos específicos das áreas de saúde, educação e setor público.



2020-10-21 | Atualidade Nacional

Envolvendo várias empresas e entidades


2020-10-20 | Atualidade Nacional

Considerando que regulador desconsiderou impactos da pandemia


2020-10-20 | Atualidade Nacional

Miguel Almeida diz que regras do leilão de 5G condenam setor “à idade das trevas”


2020-10-19 | Atualidade Nacional

Serviço abrange os três operadores com infraestrutura própria


2020-10-19 | Atualidade Nacional

Documento final deverá ser anunciado em breve


2020-10-16 | Atualidade Nacional

Por fortes índicios de mudança não autorizada de domínio sobre a MC


2020-10-16 | Atualidade Nacional

Vodafone e Altice ameaçam mesmo não concretizar investimentos em Portugal