Huawei abre centro de desenvolvimento 4G e 5G em Lisboa

2019-07-18 Há mais um investimento num centro de competências em Portugal. Agora da Huawei, que anunciou a abertura, já em setembro, de um centro que vai trabalhar na otimização das redes 4G e 5G para operações na Europa, nomeadamente Alemanha e Inglaterra. A notícia foi dada pelo CEO da subsidiária portuguesa, Tony Li, num encontro com jornalistas.

A fabricante chinesa já está mesmo a contratar engenheiros, sendo que uma parte dos 30 novos efetivos que pretende ter este ano serão para o centro. Cerca de um terço já estão contratados e, dependendo da evolução, o projeto poderá ser alargado.

A Huawei já está há cerca de 15 anos no mercado nacional, trabalhando com os operadores na implementação das várias gerações redes móveis: 3G, 4G e agora no 5G. Este será o primeiro centro que a empresa abre em Portugal, com o objetivo de dar suporte para o desenvolvimento da rede de rádio 4G e 5G, com foco na qualidade de serviço.

No ano passado, a operação nacional registou uma faturação de 235 milhões de euros nas quatro áreas de atividade onde está presente, o que representa um crescimento de quase 30% face a 2017.  Para este ano, e segundo Tony Lee, a previsão é de voltar a crescer, mas não adiantou valores.

O novo centro ficará no Parque das Nações, nas instalações onde já esta a empresa.  Facilidade de encontrar pessoas que falam inglês, custos de mão de obra competitivos e o talento pesaram junto do grupo na opção por Lisboa. Que tem outros centros dedicados a várias áreas na Europa, onde trabalham cerca de 12 mil pessoas só em I&D.

A subsidiária apresentou no encontro a tecnologia 5 e as suas vantagens, assim como os desenvolvimentos do grupo neste âmbito. Tem já mais de 50 contratos para redes 5G, 28 dos quais na Europa, e já entregou mais de 150 mil estações base.

Realidade aumentada e realidade virtual na cloud, drones ligados via wireless e fábricas inteligentes, onde a velocidade e a baixa latência trarão grande benefício nas aplicações mais críticas, foram alguns dos casos de aplicação apresentados. Não foram avançados valores de investimento, com os responsáveis apenas a  adiantarem que no ano passado a Huawei investiu em Portugal 160 milhões de euros, incluindo inclui impostos e compras a fornecedores locais e representa um aumento de 40%.
 

2019-11-28 | Atualidade Nacional

Valor representa aumento de 200 mil encomendas num ano


De acordo com o mais recente relatório da The Economist Intelligence Unit


Considerando tecnologia essencial para a competitividade europeia


2019-12-05 | Breves do Sector

Com a solução HP ZCentral


2019-12-03 | Breves do Sector

Com uma adesão muito acima das expetativas dos empreendedores