Web Summit: 190 milhões para PME inovadoras portuguesas

2018-11-06 O Fundo Europeu de Investimento anunciou na Web Summit um investimento de 190 milhões de euros destinado a PME portuguesas inovadoras. O investimento será realizado através de dois fundos, um de 150 milhões para empresas que trabalham em áreas de sustentabilidade e outro de 40 milhões para empresas com projetos sociais, sendo respetivamente geridos pela Vallis Capital Partners e pela Mustard Seed Maze. Os fundos têm o suporte da UE através do InnovFin Equity, COSME EFG e o Plano Juncker.

O acordo foi assinado pelo Comissário Europeu da Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, pelo vice-presidente do Banco Europeu de Investimento (BEI), Ambroise Fayolle, e por representantes das responsáveis pelos fundos.

“Estes dois acordos, no valor de 190 milhões de euros, darão às PME portuguesas o impulso de que precisam para expressarem os seus talentos e transformarem as suas ideias em projetos concretos. Serão disponibilizados novos financiamentos para projetos inovadores de elevado valor acrescentado e para empresas sociais, que são dois setores fundamentais para o futuro da economia europeia. A Web Summit é provavelmente o lugar mais simbólico em que tais acordos podem ser formalizados”, referiu Carlos Moedas.

“O BEI acredita no potencial das empresas inovadoras em Portugal e é por isso que estamos muito satisfeitos com o facto do FEI se associar a estes dois fundos. Estes acordos ajudarão a fortalecer o ecossistema português. A saúde da economia europeia assenta na sua capacidade de inovar e o apoio da UE continua a ser um componente fundamental”, acrescentou Ambroise Fayolle.
 

2019-04-25 | Atualidade Nacional

Vão ser premiadas iniciativas de coesão, conhecimento e sustentabilidade


2019-04-18 | Atualidade Nacional

Na sequência da posição tomada pelo regulador


Gigante já tem 40 contratos de 5G em todo o mundo


Estudo da Indra sobre transportes mostra como será o futuro


2019-04-24 | Breves do Sector

Altran realizou 4ª edição da iniciativa


2019-04-15 | Breves do Sector

Sistema de gestão de tráfego aéreo não tripulado poderá reduzir as emissões de CO2 até 25%