Huawei lança 5.ª Edição do programa ‘Seeds for the Future’

2020-09-15 As candidaturas para a edição de 2020 do ‘Seeds for the Future' já estão abertas. Este programa de formação da Huawei destina-se a alunos das áreas de Engenharia Eletrotécnica e de Comunicações, Informática ou similares e decorre este ano em formato digital, no último trimestre de 2020.

Focada na capacitação e valorização do talento nacional, a Huawei implementou em Portugal, em 2015 esta que é uma das suas iniciativas mais emblemáticas. Dada a atual conjuntura, o ‘Seeds for the Future' 2020 adota um novo formato, online, mais flexível e dinâmico, mantendo o intuito primordial: o desenvolvimento de talentos em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), através da partilha e do acesso à tecnologia, inovação e conhecimento da Huawei, num contexto em que as TIC assumem um peso crescente na economia do país.

"O Seeds for the Future é, desde há vários anos, um programa bandeira para a Huawei Portugal, ao abrigo do qual várias dezenas de estudantes portugueses tiveram a oportunidade de viajar até à Ásia, conhecer a sede da Huawei e aprender com os profissionais e investigadores da empresa", refere Diogo Madeira da Silva, Head of Public Affairs & Communications da Huawei Portugal.

No ano passado, 10 dos mais brilhantes estudantes de engenharia participaram num programa de duas semanas na China. Este ano, com a pandemia, o programa adotou um formato digital, continuando os vencedores a ter acesso a uma experiência enriquecedora que os aproxima da realidade das empresas.

O ‘Seeds for the Future' destina-se a estudantes de licenciaturas ou mestrados nas áreas de engenharia eletrónica e de comunicações, informática ou similares. Durante uma semana, os estudantes selecionados terão acesso a visitas virtuais; apresentações e trocas de experiências com colaboradores da Huawei; e cursos online com especialistas nas áreas de Tecnologia, Liderança e Tendências da Indústria.

Os objetivos desta nova edição passam por capitalizar o facto de o programa ser digital para incrementar a flexibilidade dos conteúdos programáticos e oferecer mais oportunidades para que os participantes ampliem os seus horizontes e perspetivas de carreira.

O programa enquadra-se num movimento de aprofundamento da ligação da Huawei com as universidades portuguesas, do qual fez parte a introdução, em Junho, do programa ICT Academy em Portugal, iniciativa de transferência de conhecimento para as universidades nacionais. Está ainda a ser implementado o laboratório 5G, em conjunto com a Universidade de Aveiro e o Instituto de Telecomunicações. E tem vários protocolos de cooperação, como o assinado em 2019 com o Instituto Superior Técnico.

A Huawei considera que "o contributo para a capacitação das novas gerações de talento também faz parte da responsabilidade social de uma empresa como a Huawei, líder em inovação tecnológica. As universidades portuguesas têm feito um ótimo trabalho na formação de engenheiros, e acreditamos que a aproximação das empresas à academia traz benefícios de longo-prazo para toda a sociedade, numa altura em que se discutem temas como a transição digital ou reindustrialização", indica Diogo Madeira da Silva.

2020-10-22 | Breves do Sector

Para aumentar flexibilidade do sistema elétrico e promover eficiência da rede


2020-10-20 | Breves do Sector

Solução já está a ser usada na saúde, na Fundação hampalimaud


2020-10-20 | Breves do Sector

Competição tecnológica de data science procura soluções para combate à fome


2020-10-15 | Breves do Sector

De acordo com estudo dibérico da Tutela Technologies


2020-10-15 | Breves do Sector

Com fornecimento de sistema avançado de vigilância do tráfego aéreo


2020-10-15 | Breves do Sector

Com lançamento de auricular RV mais inteligente do mundo


2020-10-14 | Breves do Sector

Voto deve ser feito no site CTT até 26 de outubro