ISO 37120 cria "cultura de dados" nas cidades

2017-01-31 A Winning está a colaborar com os municípios portugueses no sentido de promover a adoção da certificação ISO 37120, que permite o desenvolvimento inteligente e resiliente das cidades, transformando-as em verdadeiras smart cities. Há já 35 cidades em todo o mundo certificadas com esta norma, incluindo o Porto. A empresa estima que até final do ano mais autarquias nacionais tomem a mesma decisão.

 As grandes áreas urbanas são polos de desenvolvimento económico e inovação, apoiando as economias regionais e iniciativas de sustentabilidade local e global e sendo as principais responsáveis pelas fatias de PIB mais consideráveis em cada país. Com os dados gerados em cada cidade, se tiverem uma correta interpretação e utilização, potencia-se a criação de cidades inteligentes, sustentáveis, inclusivas e prósperas.

“A gestão de áreas urbanas tornou-se um dos mais importantes desafios de desenvolvimento do século XXI. As informações e os dados recolhidos pelos municípios são vitais para a definição de prioridades políticas de forma a promover um desenvolvimento inclusivo, equitativo e sustentável tanto para as zonas urbanas como para as rurais. As normas ISO 37120 e ISO 37121 têm por base o ciclo de melhoria contínua: Planear-Fazer-Verificar-Atuar e incentivam as comunidades a tornarem-se mais pró-ativas, garantindo que as partes interessadas desenvolvem e implementam um sistema de gestão adequado para o local em causa", refere Vera Santos, responsável pelo centro de competência de Gestão da Inovação da Winning.

A Norma ISO 37120 tem 100 os indicadores, divididos em 17 categorias, que permitem ajudar as cidades a medir o desempenho dos serviços urbanos e a mensurar a sua qualidade de vida ao longo do tempo. Qualquer cidade, município ou governo local pode assim medir e compreender os seus dados, de uma forma comparável e verificável, independentemente da sua dimensão e localização. E a recente Norma ISO 37101, publicada em finais de 2016, irá ajudar as comunidades a colocarem em prática uma estratégia de desenvolvimento sustentável tendo em conta o seu contexto económico, social e ambiental. É desenhado para ajudar todo o tipo de comunidades a gerir a sua sustentabilidade, inteligência e resiliência, melhorando a contribuição das comunidades para o desenvolvimento sustentável e avaliar o seu desempenho nesta área.

De acordo com a quantidade de informação recolhida, poderão ser obtidos diferentes níveis de certificação para as cidades, sendo o World Council on City Data (WCCD) o organismo internacional responsável por este processo.

“Independentemente do nível alcançado, este reconhecimento é benéfico para os municípios pois expõe a sua aposta numa estratégia de maior transparência e melhoria contínua através do city-to-city learning. Daí existirem já 35 cidades certificadas pela ISO 37120 a nível global, sendo o município do Porto a única cidade portuguesa certificada até à data. Estamos a colaborar com outros municípios em Portugal e vamos, seguramente, ter mais cidades portuguesas no mapa desta importante certificação, ainda em 2017”, acrescenta Vera Santos.

A gestão científica assume, assim, um papel preponderante neste processo pois, com base em medições precisas e dados empíricos, os municípios são capazes de tomar decisões informadas para traçar planos de ação com o objetivo de melhorar o seu desempenho. Ao invés de atuarem apoiando-se em pressupostos, as cidades ficam, então, capacitadas a validar e documentar a sua performance, permitindo a resolução dos seus desafios aplicando sobretudo métodos científicos de identificação de problemas.

A Winning Scientific Management, enquanto expert no desenho de soluções assentes numa metodologia científica, tem trabalhado na linha da frente da implementação deste tipo de normas com vários municípios portugueses, garantindo o apoio necessário para fomentar uma política de transparência de gestão e providenciando orientação na recolha de dados para a definição de uma estratégia de desenvolvimento sustentável e para a medição da eficácia de iniciativas de resiliência.

2018-12-07 | Atualidade Nacional

Operador assina protocolos com várias autarquias


Por uso de dados para fins comerciais


2018-12-06 | Breves do Sector

Primeiro evento internacional dedicado a investidores


2018-12-05 | Breves do Sector

Monitores de análise clínica otimizados para configurações de assistência médica