Oracle apresenta novidades no OpenWorld 2019

2019-09-17 No seu mais emblemático evento anual, o OpenWorld, em S. Francisco, a Oracle acaba de anunciar o reforço da posição de liderança na inovação de bases de dados. A gigante apresentou tecnologia disruptiva de BDs que protege e obtém níveis máximos de desempenho dos dados empresariais e lançou o Java SE 13 e os novos serviços Free Autonomous Database e Cloud Infrastructure.

Naquele que é considerado o maior evento de TI do mundo, reúne este ano mais de 50 mil profissionais de todas as áreas de atividade para lhes mostrar os mais recentes desenvolvimentos e inovações em tecnologia cloud, Larry Ellison, chairman e CTO da Oracle, revelou as mais recentes inovações do grupo em torno da sua Autonomous Database, a única base de dados do mundo que, graças às tecnologias de inteligência artificial nela embutidas, tem capacidade para se autoconfigurar e autocorrigir. E anunciou um novo sistema operativo baseado em Linux.

“Anunciamos hoje o novo Oracle Autonomous Operating System. A nova versão do Oracle Linux é o único sistema operativo autónomo do mundo. Provisiona-se sozinho, escala sozinho e configura-se sozinho. Não há downtime. E sempre que é identificada uma vulnerabilidade, o sistema continua a funcionar, enquanto a resolvemos”, referiu Larry Ellison.

Que explicou que a tecnologia autónoma da Oracle continua em franco desenvolvimento e que é um claro fator diferenciador no mercado, sublinhando que a Oracle insiste em privilegiar uma estratégia aberta, permitindo que os seus clientes escolham a sua própria jornada na cloud, conforme acharem mais conveniente. Neste contexto, destacam-se alguns anúncios muito relevantes que ocorreram no primeiro dia do Oracle OpenWorld, como o suporte a VMware na cloud da Oracle, a colaboração com a Microsoft e o acesso gratuito à Oracle cloud para testes e desenvolvimento, em todo o mundo.

A Oracle anunciou também a inclusão de um relevante conjunto de inovações no seu portfolio de gestão de dados que facilitam, agilizam e tornam mais seguras as cargas de trabalho críticas dos clientes, tanto no ambiente cloud como no on-premises via Exadata Cloud at Customer.

Este portfolio inclui a primeira e única base de dados autónoma da indústria, a Oracle Autonomous Database. Trata-se de uma nova geração de disrupções que conta agora com um reforço das suas capacidades e do portfolio da Exadata, e que compreende a disponibilidade da Gen 2 Exadata Cloud at Customer e a mais recente versão da sua plataforma Exadata, a Oracle Exadata X8M, a máquina de base de dados mais rápida do mundo.

Paralelamente, anunciou o  Oracle Cloud Free Tier, que inclui novos serviços Always Free Autonomous Database e Cloud Infrastructure e que permite a qualquer um experimentar, por tempo indefinido, a primeira  base de dados autónoma do mundo, bem como a Oracle Cloud Infrastructure. A partir de agora, todas as empresas - independentemente da sua dimensão, os programadores, os estudantes e os formadores podem construir, aprender e explorar as funcionalidades completas da Oracle Autonomous Database e da Oracle Cloud Infrastructure, incluindo o Compute VMs, o Block and Object Storage, e o Load Balancer.

E revelou a nova oferta de implementação da sua cloud de próxima geração. A Generation 2 Exadata Cloud at Customer service permite às empresas obterem todos os benefícios da Oracle Cloud Database, disponibilizados de modo seguro e nos seus próprios centros de dados.

Outra das novidades é a automatização da segurança para as cargas de trabalho críticas na Oracle Cloud. A Oracle introduziu um novo portfolio de segurança com novos serviços cloud concebido para detetar, capturar e destruir qualquer ciberataque.  Esta oferta incluir 3 novos serviços na cloud: Oracle Data Safe, Oracle Cloud Guard e Oracle Maximum Security Zones, os quais disponibilizam a configuração de segurança centralizada e a gestão da situação, bem como a aplicação automática das práticas de segurança.

Foi ainda destacada a expansão do seu ecossistema e a aquisição simplificada da compra de software de outros fornecedores. Através do Oracle Cloud Marketplace, a Oracle Cloud ajuda os parceiros de software a melhorarem a experiência do cliente e a reduzirem custos, agregando igualmente a possibilidade de vender soluções completas.

O Oracle Cloud Marketplace suporta agora a facturação de software de terceiros. Os clientes podem assim usar já os seus créditos de universal cloud, além de poderem trazer a sua própria licença para consumir aplicações e soluções empresariais diretamente dos principais fornecedores de software, incluindo da A10 Networks, da Aviatrix, da Blue Prism, da Center for Internet Security (CIS), da Compellon, Couchbase, da Fortinet, da Kinetica, da Palo Alto Networks, da Pyramid Analytics, da Das cyllaDB, da Sesame Software, da ShieldIO e da Stromasys.

2019-10-10 | Atualidade Nacional

Para disponibilizar inovações em data science e IA para o retalho


2019-10-08 | Atualidade Nacional

Regulador flexibiliza calendário para dar resposta às preocupações da MEO


Em causa está a preferência dos consumidores pelo online


2019-10-17 | Breves do Sector

Em parceria com o Dinheiro Vivo e a TSF


2019-10-11 | Breves do Sector

Com um total de cinco projetos distinguidos nas várias áreas