Altice Europe avisa que regulamento do leilão tem regras anticoncorrenciais

2020-11-19 A dona da Altice Portugal, a Altice Europe, considera que o regulamento do leilão do 5G tem regras anticoncorrenciais, porque dá vantagens aos novos entrantes. Agora, aguarda os resultados do leilão para ver o impacto do processo na dona da MEO.

As afirmações foram feitas pelo administrador da Altice Europe, Malo Corbin, na apresentação os resultados do grupo. "Temos de ver os resultados desse leilão para ver o impacto", afirmou, reconhecendo assim que o processo do leilão está a decorrer, apesar da contestação ddos três grandes operadores portugueses, sendo que a NOS e a Vodafone tentarem travar o procedimento, apresentando providências cautelares.

Para o gestor, o "regulador em Portugal apresentou o regulamento do leilão e não é vantajoso. Dá algumas vantagens aos novos entrantes. Acreditamos que é anticoncorrencial. Não vemos como sendo positivo para o país, para o investimento de todos os players existentes no mercado, especialmente numa altura em que estamos todos sob pressão da pandemia". Desta forma, considera que o papel do Estado e do regulador deveria ser o de "apoiar os players atuais" neste período de crise económica e social.


Até 2030 reduzirá em 50% as emissões por consumo de energia


Everything-as-a-service e conectividade ampliada são algumas


Estudo Tech Trends analisa tecnologias emergentes dos próximos 18 a 24 meses


Por cerca de 10 mil milhões de dólares


Europa defende que regulação digital cabe aos governos


Depois de assumir compromissos para com a privacidade com a CE


Para consolidar capacidades na transformação dos clientes