Aposta nos digital twins está em crescimento nas empresas

2022-06-29 Cerca de 60% das organizações dos principais setores de atividade estão, ao nível global, a apostar em tecnologia digital twins, como forma de melhorarem o seu desempenho operacional e de alcançarem mais fácil e eficazmente as suas metas de sustentabilidade. E a implementação desta tecnologia, que permite simular a realidade, deverá aumentar em média 36% nos próximos cinco anos, revelando um claro crescimento. As estimativas são de um novo estudo do do Capgemini Research Institute.
Os dados mostram que a apetência pela tecnologia, apesar de ser uma realidade em todos os setores, destaca-se no automóvel, aeroespacial, ciências da vida, energia e utilities. Esta adesão está a ser impulsionada pelas empresas que procuram avançar nas suas jornadas de transformação digital, adicionando inteligência ao longo de toda a cadeia de valor das operações.
Das empresas inquiridas, 79% está a fazer o investimento pela possibilidade de redução dos custos e pelo avanço tecnológico (77%) que oferece. Cerca de 57% concordam que a tecnologia é fundamental para melhorar os seus esforços na área da sustentabilidade, traduzindo o crescente empenho das empresas em cumprirem as suas promessas de ESG.
Adicionalmente, proporciona formas flexíveis de trabalhar mitigando riscos e ampliando a colaboração, oferecendo assim uma oportunidade única de aumentar a rentabilidade e otimizar a utilização dos recursos ao longo de toda a cadeia de valor das empresas e dos seus negócios. Mais de um terço (34%) das organizações inquiridas reportaram ter já implementado Digital Twins em larga escala para compreenderem e preverem o seu consumo de energia e as emissões poluentes.
Os setores dos produtos de consumo e da energia e utilities lideram os casos de utilização da tecnologia, com 52% e 50%, respetivamente, a utilizarem as réplicas virtuais para favorecerem a sustentabilidade das suas operações. Globalmente, as empresas que já começaram a implementar a tecnologia digital twins obtiveram uma melhoria de cerca de 16% nas suas métricas de sustentabilidade.


DESI 2022 mostra progressos e lacunas persistentes


Empresa quer investir até 6,5 mil milhões nos próximos 8 anos


Já estão ao nível mais alto de sempre, mostra relatório


Só 12% a usam com nível de maturidade elevado


Operação concretizada até ao 2º semestre de 2023


Processo de Elon Musk contribuiu para o recuo


Apoiado por anúncios e a lançar em 2023


Impactada pela forte instabilidade dos mercados e das economias