CEO da IBM antecipa que 80% dos colaboradores adote modelos híbridos de trabalho

2021-04-05 Cerca de 80% dos funcionários da IBM em todo o mundo poderão permanecer em funções híbridas indefinidamente, gastando "pelo menos três dias por semana, talvez não todas as oito a dez horas, mas pelo menos alguma fração desses três dias, no escritório". A previsão é do CEO da gigante, Arvid Krishna, em declarações à Bloomberg.

A IBM junta-se assim ao leque das gigantes tecnológicas que vêm o futuro com uma abordagem flexível ao modelo de trabalho, na sequência da pandemia, embora o seu CEO se mostre preocupado com a forma como esta estratégia poderá impactar a cultura de empresa.

Arvid Krishna admite mesmo que 10% a 20% dos funcionários poderiam ficar totalmente remotos, mas admite que isso poderá afetar a trajetória das suas carreiras. "Se se querem tornar em gestor de pessoas, se querem ter mais responsabilidades ou se querem construir uma cultura dentro das suas equipas, como é que fazemos isso remotamente?", questiona.

Cerca de 15% dos trabalhadores da IBM vão ao escritório algumas vezes, enquanto cerca de 5% nunca vai para casa. Para o futuro, a IBM está a planear uma redução dos seus escritórios físicos, tendo em conta o novo modelo hibrido, com um corte de parte significativa dos locais que possuíam antes da pandemia.


CEO da gigante diz que modelo do futuro passa pela flexibilidade


Grupo anunciou investimentos de 9 mil milhões desde janeiro


Avançando com proposta para alterar estratégia comunitária


Depois de uma queixa da Spotify sobre a App Store no ano passado


Revela relatório sobre Maturidade Digital da Minsait e SIA


Num negócio avaliado em cinco mil milhões de dólares


Com consolidação do posicionamento em áreas geograficamente estratégicas para o crescimento futuro