Musk fecha acordo e compra Twitter por 44 mil milhões

2022-04-26 Está fechado o negócio da compra do Twitter por Elon Musk. A administração da rede social aprovou por unanimidade a operação, estimada em cerca de 44 mil milhões de dólares. O dono da Tesla e da SpaceX já era o segundo maior acionista, com 9,2% do capital, posição que tinha adquirido semanas antes de lançar a OPA hostil. Deverá ficar tudo fechado até final do ano.
"O Conselho de Administração do Twitter conduziu um profundo processo de avaliação da proposta de Elon Musk com um foco no valor, previsibilidade e financiamento. A proposta garante um prémio substancial em dinheiro e acreditamos que é o melhor caminho a seguir para os acionistas do Twitter", afirma Bret Taylor, chairman da empresa, citado pelo Financial Times.
Recorde-se que Elon Musk lançou a 14 de abril uma oferta pública de aquisição hostil sobre a totalidade do capital do Twitter, numa operação estimada em 43 mil milhões de dólares. Avançava que era a sua proposta final e que não aumentaria o preço. A administração da rede social começou por recusar a proposta, ativando um plano de direitos dos acionistas, acionado quando alguém compra parte da empresa sem aviso prévio e quer torná-la menos atrativa, desencorajando alguma tentativa hostil de aquisição.
No final da semana passada, o fundador da Tesla avançada que já tinha assegurado um financiamento total de 46,3 mil milhões de dólares, com recurso a financiamento de 25,5 mil milhões junto de um grupo de bancos liderado pelo Morgan Stanley, o seu advisor financeiro. Parte do valor será financiado pessoalmente. Abriu assim a porta para o aumento do preço proposto.
Ontem, o Twitter anunciou ter aceitado a proposta de compra do empresário Elon Musk, no valor de 44 mil milhões de dólares, tendo a negociação das ações da rede social sido suspensa. O empresário é um utilizador frequente da plataforma, que tem cerca de 80 milhões de seguidores. Considerando que a " liberdade de expressão é a fundação de uma democracia funcional", diz que o "Twitter é a praça digital onde matérias vitais para o futuro da humanidade são debatidas".
Quer "tornar o Twitter melhor do que nunca ao potenciar o produto com novas funcionalidades, tornando os algoritmos de fonte aberta para aumentar a confiança, derrotar os bots de spam e autenticar todos os humanos".

Por ter usado dados pessoais dos utilizadores para publicidade direcionada


Para executar a estratégia de crescimento definida para o grupo


Considerando ser uma "questão complexa e sensível"


Para as empresas darem resposta aos múltiplos desafios de mercado


Em plena fase de expansão industrial do metaverso


Para trazer ainda mais escolhas aos consumidores na Petal Search


Para acelerar transformação e transição das empresas


Campanhas de spam maliciosas cresceram 27 vezes


Novo meganegócio no setor tecnológico