PCs e smartphones com IA cada vez mais procurados em 2024

2024-02-08

Até ao final do ano, podem chegar às lojas um total de quase 300 milhões de dispositivos que utilizam IA. Sendo 240 milhões smartphones e 54,5 milhões computadores pessoais. A estimativa é da Gartner, que refere que a inclusão de novas capacidades alimentadas pela tecnologia será uma das tendências que marcará 2024. No ano passado, foram apenas 29 milhões de unidades. 
O valor total estimado de dispositivos com IA representa 22% de todos os smartphones básicos e premium, assim como a 22% de todos os PCs vendidos ao longo de 2024.
"A rápida adoção de capacidades de IA generativa nos equipamentos e de IA nos processadores vai eventualmente tornar-se num requisito base para as fabricantes", refere o analista Ranjit Atwal. 
A situação também deverá trazer desafios para as fabricantes, que terão de encontrar novas formas de se diferenciarem das restantes concorrentes. Para já, não se espera que a integração de IA em PCs impulsione os gastos dos consumidores para lá do que seria esperado com os aumentos de preços.
Mas os analistas acreditam que a IA poderá "rejuvenescer" o mercado de PCs ao longo de 2024, ajudando a manter os ciclos de substituição de equipamentos e mitigando alguns dos efeitos negativos da conjuntura disruptiva atual. 
A Gartner indica ainda que o mercado de PCs voltou a crescer nos últimos três meses de 2023, depois de oito trimestres consecutivos de queda. As previsões apontam para um aumento de 3,5% no número de equipamentos enviados para as lojas em 2024, num total de 250,4 milhões de unidades.
O mercado de smartphones também cresceu nos primeiros três meses de 2024, depois de nove trimestres em queda. Espera-se que o número de equipamentos a chegar às lojas cresça 4,2% este ano, num total de 1,2 mil milhões de unidades. À semelhança do mercado dos PCs, os smartphones com IA generativa não deverão impulsionar imediatamente a procura, algo que só se espera que aconteça a partir de 2027.
 


Todo o portefólio de soluções do grupo passará a ter a tecnologia


Gigante norte-americana apresenta resultados trimestrais a 21 de fevereiro


Para trazer maior escala ao mercado europeu


Para fornecer soluções integradas às organizações


Falta a adoção formal pelo Parlamento e pelo Conselho europeus


De acordo com o estudo “The Age of Adaptabiliy”


Threat Landscape Report, da S21sec


Antecipando um ano repleto de inovações para democratizar o acesso à tecnologia