Qualcomm, Google e Intel juntam-se para fazer frente à Nvidia

2024-03-27

Com o objetivo de revolucionar o mercado de processadores para a inteligência artificial, acaba de ser criada a UXL Foundation. Junta Qualcomm, Google e Intel, que querem garantir que não ficam para trás neste novo mercado. É claramente um projeto para tentar fazer frente ao domínio atual da Nvidia, que se tornou na mais poderosa fabricante de chips para IA do mundo. 
A estratégia da UXL Foundation passa por oferecer mais liberdade e escolha aos programadores. Assim, os parceiros pretendem dar às empresas que desenvolvem software de IA e outras aplicações alternativas viáveis à plataforma CUDA, da Nvidia, usada atualmente por mais de quatro milhões de programadores. Vão disponibilizar um conjunto de ferramentas capaz de alimentar vários tipos de processadores de IA, que vai assentar numa tecnologia desenvolvida pela Intel, a OneAPI. O projeto open source visa fazer com que o software seja executado em qualquer máquina, independentemente do chip e do hardware que o alimenta. O plano inclui a definição de especificações técnicas detalhadas até ao final deste ano, assim como a atração de uma diversidade de empresas, entre elas gigantes da computação na nuvem, como a Amazon e a Microsoft.
 


Clientes e parceiros podem interagir diretamente com as equipas


Estudo BCG sobre as perspetivas de desenvolvimento do mercado


Fabricante antecipa recuperação no decurso deste ano


Revelam dados da IDC do 1º trimestre do ano


Ao mesmo tempo que reforça investimentos na IA


Fabricante impactada pelo abrandamento da procura mundial


Grupo é distinguido com três prémios


Com foco nos chips legacy chineses


Através da criação de um grupo de estudo