AdC chumba compra da Nowo pela Vodafone

2024-03-25

Um ano e meio depois do seu anúncio, a compra da Nowo pela Vodafone cai por terra. A AdC, num projeto de decisão, acaba xde chumbar a operação, considerando que o operador "falhou em demonstrar que esta aquisição não teria impacto negativo na concorrência", quando apresentou os novos remédios. A Vodafone já veio dizer q eu "lamenta e discorda" da decisão.
O projeto de decisão no sentido de oposição à operação refere que, apesar da Vodafone ter "apresentado vários pacotes de compromissos, falhou em demonstrar que esta aquisição não teria impacto negativo na concorrência". Acrescenta-se ainda que "as preocupações da AdC com a operação prendem-se com a pressão concorrencial que a Nowo atualmente exerce no mercado nacional das telecomunicações, que deixaria de exercer caso fosse adquirida pela Vodafone".
Refere-se que "o modelo de simulação da AdC para esta aquisição demonstra que a operação poderia levar inclusivamente a aumentos dos preços nas tarifas praticadas pelas operadoras nos serviços móveis e nos fixos". E sobre as alegações de que a Nowo poderá desaparecer se não for adquirida, o regulador da concorrência diz discordar, porque os "ativos da Nowo, nomeadamente a sua base de clientes, podem servir para alavancar a entrada de outros operadores no mercado".
A Vodafone Portugal "lamenta e discorda do projeto de decisão" da Autoridade da Concorrência (AdC) sobre a compra da Nowo, que "caso se confirme, inviabiliza a operação de aquisição", disse à Lusa fonte oficial. Para o operador, "perde-se desta forma uma oportunidade para reforçar o nível de competitividade do mercado, que traria claros benefícios para os clientes e para o setor".
Recorde-se que a Vodafone anunciou ter chegado a acordo com o acionista espanhol da Nowo, a MásMovil, para a sua aquisição a 20 de novembro de 2022.  Segundo a empresa, "ao longo de todo o processo, que se prolonga há cerca de um ano e meio, a Vodafone esclareceu sempre todas as dúvidas e procurou responder às preocupações levantadas pela AdC, com a apresentação de pacotes de compromissos. Se aceites, estes teriam permitido mitigar qualquer eventual reforço de posição no mercado, protegendo os consumidores dentro e fora do atual footprint da Nowo".
O operador acrescenta ainda que a decisão da AdC de recusar as medidas propostas a "e distancia surpreendentemente da prática consolidada da Comissão Europeia, que ainda há poucas semanas aprovou em Espanha uma operação de muito maior dimensão aceitando um pacote de compromissos substancialmente mais leve".
 


2024-04-18 | Atualidade Nacional

Programa de Open Innovation da Test Bed 5G


2024-04-18 | Atualidade Nacional

Com um reforço de 10% face ao ano anterior


2024-04-18 | Atualidade Nacional

12 foram apoiadas pela StartUp Portugal, no âmbito do Programa Business Abroad


2024-04-18 | Atualidade Nacional

Para fornecer serviços de desenvolvimento remoto de TI


2024-04-18 | Atualidade Nacional

Alcançando valor recorde de 4,7 milhões de euros


2024-04-11 | Atualidade Nacional

Seis meses depois de se ter demitido


2024-04-11 | Atualidade Nacional

Avança Jornal de Negócios, citando fontes ligadas ao processo


2024-04-05 | Atualidade Nacional

Percorrendo o país com roadshow de inovação