Apritel e NOS contestam conclusões do estudo do regulador sobre preços

2020-02-28 A associação que representa os operadores de comunicações veio de novo contestar o estudo da ANACOM e a conclusão de que são mais caros que a média europeia. Em declarações à Lusa, a NOS também acusa o regulador de "fazer afirmações gratuitas e tirar conclusões que não correspondem à verdade e primam por falta de sustentação ou fundamento".

"É com surpresa que a NOS vê o regulador do setor fazer afirmações gratuitas e tirar conclusões que não correspondem à verdade e primam por falta de sustentação ou fundamento", disse em afirmações à Lusa uma fonte oficial do operador de comunicações, questionada sobre o estudo ontem divulgado pela ANACOM sobre os preços das comunicações.

"É nosso entendimento que o comportamento do regulador é, do ponto de vista institucional, de tal forma inaceitável que não nos merece qualquer comentário", acrescentou a mesma fonte.

Também a Apritel se mostra perplexa e diz que o regulador faz "afirmações e retira conclusões que não estão corretas e que não levam em conta os critérios bem fundamentados do referido estudo, não contribuindo para o adequado esclarecimento dos consumidores".

Adianta ainda em comunicado que e "está a analisar em detalhe o documento publicado e não deixará de se pronunciar sobre o mesmo". Recorde-se que o estudo do regulador, divulgado ontem, concluiu que entre 2009 e 2019, os preços das comunicações nacionais aumentaram 7,6%, enquanto na União Europeia diminuíram 9,9%.


2024-07-18 | Atualidade Nacional

Com a criação de até mil postos de trabalho altamente qualificados


2024-07-18 | Atualidade Nacional

De acordo com dados da Anacom para o 1º trimestre


2024-07-18 | Atualidade Nacional

Pelo 5º semestre consecutivo


2024-07-16 | Atualidade Nacional

Gov.pt passa a ser canal único de entrada


2024-07-12 | Atualidade Nacional

Desenvolvido para a triagem de salmões invasores na Noruega


2024-07-11 | Atualidade Nacional

Projeto envolve NOS e decorre até 2026


2024-07-10 | Atualidade Nacional

Abrangendo várias frentes de cooperação


2024-07-10 | Atualidade Nacional

De acordo com ranking da inovação da CE