Consórcio de empresas realiza 1ª ligação com tecnologia quântica

2021-10-13 Um consórcio composto por empresas portuguesas de tecnologia e telecomunicações realizou o que dizem ter sido a primeira ligação com tecnologia quântica em Portugal. Assente em fibra ótica da IP Telecom, esta ligação tem mais de 20 quilómetros, ligando a Gare do Oriente ao Pragal em Almada, fazendo a travessia do Tejo pela Ponte 25 de Abril. O consórcio é liderado pela Warpcom e ID Quantique e inclui a Deloitte, Fortinet e IP Telecom.
Com esta ligação, foi transmitida informação encriptada através de chaves quânticas. O teste serviu para demonstrar como a tecnologia de ponta pode aumentar exponencialmente o nível de segurança das comunicações, protegendo os ativos importantes, como a informação e os dados.
"Pelos atuais padrões, a informação será facilmente desencriptada com recurso a tecnologia quântica, o que se revela um risco e uma ameaça graves para Governos, organizações e pessoas. Esta ligação comprova que a tecnologia quântica já é uma realidade e que é possível garantir a segurança das comunicações entre dois pontos com tecnologia quantum-safe, criando um nível de segurança tal que, mesmo que no futuro exista um ataque utilizando tecnologia quântica a segurança da informação não é comprometida", refere Bruno Gonçalves, Business Unit Manager Cybersecurity da Warpcom.O consórcio destaca ainda que este teste foi um marco não apenas por ser a primeira ligação realizada com tecnológica quântica, mas porque este já integrou as soluções de segurança da Fortnit. Deixou por isso de ser um teste de laboratório para se apresentar como um produto pronto para o mundo real das organizações.
Salienta ainda que já existe um movimento dos principais protagonistas internacionais na adoção de estratégias para a era quântica, que se aproxima a largos passos. Por isso, as empresas devem adaptar-se e assumir estratégias de cibersegurança preparadas para a realidade quântica.
A IP Telecom diz estar preparada para ser a rede nacional de alto débito do país, mantendo a inovação e a garantia dos maiores níveis de segurança à economia nacional. E a Warpcom acrescenta que a segurança oferecida pelas ligações quânticas pode ser usada a nível das infraestruturas críticas, como utilities, defesa, saúde, mercado financeiro e até operadores de telecomunicações, nestas redes quantum-safe.

2021-11-26 | Atualidade Nacional

Anacom acaba de atribuir a licença ao operador


2021-11-25 | Atualidade Nacional

Tecnológica portuguesa aproxima pacientes a médicos através de vídeo consultas


2021-11-24 | Atualidade Nacional

Concurso para conetividade digital lançado até início de 2022


2021-11-24 | Atualidade Nacional

De acordo estudo "Hybrid Retail: A New Era", da Xpand IT


2021-11-24 | Atualidade Nacional

Regulador reitera que são dos mais altos da UE27


2021-11-24 | Atualidade Nacional

Anacom já aprovou relatório final do leilão


2021-11-24 | Atualidade Nacional

Num montante total de 650 milhões de euros


2021-11-19 | Atualidade Nacional

Ao mesmo tempo que acorda a atribuição de bolsas de estudo