Domínio .pt cresce 22,9% e atinge novo recorde

2021-01-14 Ao longo do último ano, foram gerados 96.715 novos registos em .pt, mais 18.020 que un ano antes, o equivalente a um crescimento de 22,9%. A explicação está na pandemia, que veio acelerar a presença dos portugueses na internet. O número de registos diretos a somar ao de registos via Empresa na Hora ultrapassa os 130 mil, mais 9,8 mil.

O .PT, responsável pela gestão do domínio de topo português .pt, fechou 2020 com um novo recorde, ao contabilizar 96.715 novos registos, mais 18.020 do que em 2019, o que representa um crescimento de 22,9% e torna o último ano melhor de sempre.

No primeiro semestre de 2020, contabilizaram-se quase 50 mil novos registos diretos em .pt, mais 10.423 do que no período homólogo, o que corresponde a um aumento de 26,35%. O mês de abril foi o que apresentou o maior crescimento face ao ano anterior - 67% -, bem como o maior número de novos domínios.

O verão, período do ano em que tradicionalmente o número de registos abranda, manteve, neste ano, uma tendência de crescimento, com os meses de junho, julho, agosto e setembro a contabilizarem no total mais de 30 mil novos registos diretos, em comparação com os 23 mil, em 2019.

Por sua vez, o reforço das medidas de combate à pandemia anunciadas pelo Governo em outubro voltou a contribuir para o aumento do número de registos, principalmente no mês de novembro, o segundo mais elevado, com um total de 9.082 domínios.
Se aos registos diretos se adicionarem os registos via Empresa na Hora, o valor total anual ultrapassa os 130 mil, mais 9.893 do que em 2019.

"É inegável que a pandemia obrigou os cidadãos, as empresas e as organizações a reinventarem-se e que a internet foi um importante aliado neste trajeto. As restrições impostas à normal atividade económica e social aceleraram o processo de transição digital e isso reflete-se naturalmente na evolução do registo de domínios em .pt. Aliás, esse é o nosso contributo para a digitalização do tecido empresarial, sempre acompanhado por uma aposta no desenvolvimento das competências digitais como forma de combater a exclusão social", explica Luisa Ribeiro Lopes, Presidente do Conselho Diretivo do .PT.

Além da missão enquanto responsável pela gestão do domínio de topo português, o .PT tem desempenhado um papel ativo em áreas como a inclusão digital, as competências digitais e a segurança na internet, através do apoio a programas como o INCoDe.2030, o MUDA, o EUSOUDIGITAL, o Apps for Good ou o ‘Engenheiras por um dia'.

"A necessidade de ter uma presença na internet tem de ser acompanhada do desenvolvimento das competências digitais dos cidadãos. Num momento como o que vivemos, em que o online está cada vez mais presente no nosso dia-a-dia, não podemos deixar ninguém para trás, até porque cerca de 20% da nossa população nunca utilizou a internet. É preciso trazer estas pessoas para o digital e trabalhar em três aspetos fundamentais: formação, segurança e confiança", relembra Luisa Ribeiro Lopes.

2021-03-05 | Atualidade Nacional

Regulador estima que sem a Covid-19 tráfego teria descido 12,2%


2021-03-05 | Atualidade Nacional

Com interesse dos operadores a manter-se sobretudo nos 3,6 GHz


2021-03-05 | Atualidade Nacional

Mais de 70% foram realizados nos acessos fixos


2021-03-04 | Atualidade Nacional

Influenciado pela pandemia da Covid-19


2021-03-04 | Atualidade Nacional

Admitindo que há coisas a fazer na cobertura total do país


2021-03-04 | Atualidade Nacional

Projeto terá várias áreas, com destaque para o PRR


2021-03-04 | Atualidade Nacional

Objetivo desta fase é cortar até duas mil pessoas, entre pré-reformas e acordos


2021-03-03 | Atualidade Nacional

Programa para desenvolver talentos TIC e aproximar conteúdos académicos às necessidades das empresas


2021-03-03 | Atualidade Nacional

MEO foi o operador menos reclamado por cada mil clientes