Farfetch avança já hoje com rescisões depois da saída do fundador

2024-02-16

Os novos donos da Farfetch, os sul-coreanos da Coupang, avançam hoje com o plano de rescisões na empresa, a começar pelo mercado nacional, na sequência da saída do seu CEO, chairman e fundador, José Neves. Este ficará como consultor, nesta fase de transição, e já veio dizer que, apesar das decisões difíceis que a plataforma de venda online de bens de luxo tem pela frente, fica em "ótimas mãos".

A liderança da tecnológica passou a ser assumida interinamente por Bom Kim, CEO da Coupang. Inicia hoje o plano de rescisões, que começará por Portugal, onde a Farfetch tem três mil trabalhadores. No Reino Unido e outras geografias também vão avançar na próxima semana. Recorde-se que a empresa sul-coreana de comércio eletrónico chegou em meados de dezembro a acordo para a compra da totalidade dos ativos da Farfetch, ficando o negócio concluído no final de janeiro.

"Depois de avaliadas as principais prioridades e recursos em todo o negócio, tomamos a difícil, mas necessária, decisão de reduzir globalmente o número de trabalhadores e funções redundantes. Esta decisão permite sustentar o futuro do negócio e como resultado permite que a Farfetch opere numa posição reforçada e focada naquilo que faz melhor: fornecer experiências excecionais para as marcas, boutique e clientes", refere um comunicado da empresa. Que destaca que "Portugal continua a ser uma base importante".

Num email enviado aos trabalhadores da empresa, citado pelo ECO, José Neves diz que a Farfetch fica "em ótimas mãos", apesar das duras medidas que serão agora implementadas. Com ele saíram também oito executivos da empresa. "Iniciaremos o processo de despedida de colegas e amigos que foram partes importantes da jornada da Farfetch até agora. As conversas com as pessoas afetadas por estes despedimentos terão início em Portugal amanhã, 16 de fevereiro, e no Reino Unido e outras geografias a partir de segunda-feira, 19 de fevereiro", adianta.

Na comunicação, o gestor diz que "embora possa haver decisões difíceis pela frente, a Coupang tem um histórico comprovado e profunda experiência em comércio. Acredito que o caminho que a Farfetch está a traçar agora ajudará a fortalecê-la para oferecer um serviço excecional aos nossos clientes de luxo em todo o mundo, ao mesmo tempo que trabalhamos lado a lado com as nossas boutiques e marcas parceiras para servir a procura e as expectativas dos clientes. Tudo isto, com um balanço mais forte e um caminho pela frente para prosseguir um crescimento ponderado e constante".
 


2024-04-18 | Atualidade Nacional

Programa de Open Innovation da Test Bed 5G


2024-04-18 | Atualidade Nacional

Com um reforço de 10% face ao ano anterior


2024-04-18 | Atualidade Nacional

12 foram apoiadas pela StartUp Portugal, no âmbito do Programa Business Abroad


2024-04-18 | Atualidade Nacional

Para fornecer serviços de desenvolvimento remoto de TI


2024-04-18 | Atualidade Nacional

Alcançando valor recorde de 4,7 milhões de euros


2024-04-11 | Atualidade Nacional

Seis meses depois de se ter demitido


2024-04-11 | Atualidade Nacional

Avança Jornal de Negócios, citando fontes ligadas ao processo


2024-04-05 | Atualidade Nacional

Percorrendo o país com roadshow de inovação