Governo aprova decreto-lei para impedir eventual colapso das comunicações

2020-03-24 O Conselho de Ministros aprovou um decreto-lei com um conjunto de medidas excecionais para os operadores poderem agir, se os serviços críticos de telecomunicações do Estado ou da população ficarem em risco de colapsar. Nestes casos, poderão limitar ou mesmo bloquear serviços de streaming de vídeo, como o Netflix, e várias funcionalidades de tv paga.

"O Governo aprovou na segunda-feira ao final do dia um decreto-lei que especifica as medidas que os operadores de telecomunicações podem tomar para assegurar que os serviços críticos do Estado, e a população em geral não perdem acesso à rede durante o período de reclusão imposto pelo combate à pandemia do Covid-19", refere o comunicado do CM.

Os operadores de comunicações nacionais poderão assim "limitar ou mesmo bloquear serviços de streaming de vídeo (Netflix, HBO, entre outras), bem como as funcionalidades da denominada TV não linear (repetições, gravações, andar para a frente ou para trás nos vídeos)", salienta-se.

A decisão foi tomada tendo em conta a declaração do Estado de Emergência em curso, autorizando limitações aos downloads em plataformas de partilha de ficheiros (P2P), bem como de plataformas de videojogos online.

Fica claro que este tipo de medidas apenas serão executadas pelos operadores de telecomunicações "quando é necessário salvaguardar a funcionalidade dos serviços considerados críticos pelo Estado". E, sendo excecionais, obrigam à notificação do regulador do setor, a ANACOM, e ao Governo.


2021-10-20 | Atualidade Nacional

De acordo com o estudo "Os Portugueses e as Redes Sociais 2021"


2021-10-20 | Atualidade Nacional

Segundo novo balanço da Anacom sobre impacto da pandemia


2021-10-15 | Atualidade Nacional

Apesar dos valores diários chegarem a ultrapassar os 5 milhões de euros


2021-10-14 | Atualidade Nacional

Na sequência das obrigações impostas pelo leilão em curso


2021-10-14 | Atualidade Nacional

Financiado pela CE junta 55 parceiros europeus na condução autónoma


2021-10-14 | Atualidade Nacional

Operador manifesta a sua "profunda indignação" com medida do Governo


2021-10-14 | Atualidade Nacional

Mostra estudo da Anacom sobre serviços de voz e dados naqueles comboios


2021-10-13 | Atualidade Nacional

Apritel diz que decisão do Governo terá impacto nos preços