Microsoft lança Aliança com Parceiros no mercado nacional

2021-07-27 A Microsoft anunciou na sua conferência mundial de parceiros "Inspire 2021", a Aliança dos Parceiros Microsoft em Portugal. A iniciativa tem como objetivo garantir que todos têm as competências e oportunidades certas para continuar a criar ambientes diversificados, priorizar a sustentabilidade nas decisões de negócios e a desenvolver tecnologias responsáveis e éticas.
Desde 1990 que a Microsoft Portugal tem apoiado o país para os desafios do futuro. Com a iniciativa Aliança dos Parceiros Microsoft em Portugal, convida os seus mais de 3 mil parceiros e partilharem a sua visão no sentido de ajudar o país a prosperar. Como objetivos da iniciativa estão listados: a Partilha dos mesmos Valores; o Impacto em Escala do ecossistema de parceiros em Portugal; o aumento da Lealdade junto dos parceiros; adoção e escala de Novas Perspetivas de negócio; e Construção e fortalecimento de relações.
Já com 30 parceiros e mais de 20 mil pessoas que se juntaram à iniciativa, Abel Aguiar, Diretor Executivo para Canal e Parceiros da Microsoft Portugal, afirma: "é um orgulho podermos contar já com este número de parceiros envolvidos, o que vem reforçar a confiança e a vitalidade do nosso ecossistema. Na Microsoft Portugal, caminhamos lado a lado com os parceiros numa jornada notável. Com esta Aliança, planeamos o futuro, comprometidos em garantir que todos têm as competências e oportunidades certas para continuar a abraçar a transformação digital."
Os pilares que regem esta iniciativa estão em linha com a estratégia e valores da Microsoft e do seu ecossistema de parceiros: competências digitais - criar awareness para iniciativas de competências digitais para apoiar Portugal na preparação dos desafios do futuro e tirar partido das oportunidades, capacitando os parceiros de novas competências e promovendo iniciativas com as organizações; Inteligência Artificial Ética e Responsável - adoção de diversas perspetivas, aprendizagem contínua e capacidade de resposta ágil conforme a tecnologia se desenvolve, colocando as pessoas em primeiro lugar. Para que a Inteligência Artificial seja desenvolvida e implementada de forma responsável, é oferecido aos parceiros os princípios de design de IA da Microsoft; Diversidade e Inclusão - melhorar a diversidade da força de trabalho tecnológica em Portugal e inclusão com a construção e implementação de soluções acessíveis que capacitem todas as pessoas. Adoção de processos, práticas de recrutamento e promoção inclusivos e o combate à desigualdade racial são alguns dos princípios valorizados; e sustentabilidade - a tecnologia tem o poder de ajudar a proteger o nosso planeta e a Microsoft está a apoiar os seus parceiros e clientes a reduzir a sua pegada de carbono, em linha com os seus compromissos mundiais - ser carbono negativa até 2030, além de remover todo o carbono que emite desde 1975, e participação no Fundo de inovação climática de 10 mil milhões de dólares.
Os 30 parceiros que já fazem parte da Aliança são: Altice Portugal, Armis Group, Arrow, Avanade, Axians, BI4ALL, BindTuning Bizdirect, BOLD by Devoteam, Capgemini, Claranet, DevScope, DXC Technology, everis NTT DATA, EY, Inetum, GSTEP; GTI, Hydra iT, InnoWave, myPartner, Nexllence, NextBITT, Noesis, Rumos, Shift, Syone, Tech Data, Unipartner e Xpand IT. Para integrar a Aliança dos Parceiros Microsoft em Portugal, as empresas interessadas devem aceder a este link e seguir os passos indicados.


2021-09-22 | Atualidade Nacional

Estudo da Google mostra que gostariam se ser mais eficientes


2021-09-22 | Atualidade Nacional

Agregando todos os serviços públicos


2021-09-22 | Atualidade Nacional

Subsidiária continua a crescer no mercado nacional


2021-09-17 | Atualidade Nacional

Medida entra em vigor 5 dias depois da sua publicação em DR


2021-09-17 | Atualidade Nacional

Até final do ano, vai contratar 200 pessoas


2021-09-16 | Atualidade Nacional

Através de inteligência artificial, deep learning e imagiologia


2021-09-15 | Atualidade Nacional

De acordo com dados da Anacom do 1º semestre


2021-09-14 | Atualidade Nacional

Cabe ao regulador operacionalizar o processo, diz dona da MEO