Programa UPSkill apresentado na 1ª INCoDe_Talks

2020-12-15  O presidente da APDC, Rogério Carapuça, foi um dos oradores da primeira INCoDe_Talks, um ciclo de sessões online que pretende promover o debate entre os principais intervenientes e decisores sobre a temática das competências digitais. No evento, centrado no eixo 1 da Iniciativa Nacional Competências Digitais Portugal (INCoDe.2030), da Inclusão Digital, foram apresentadas várias iniciativas em curso, entre as quais o Programa UPSkill.

Este programa, que resultou de uma parceria entre a APDC, o IEFP e o CCIPS - Conselho Coordenador dos Institutos Politécnicos, contando também com a adesão do ISCTE, já tem em marcha a sua primeira edição, envolvendo 17 organizações, 25 ações de formação e cerca de 430 formandos.

Esta iniciativa, que arrancou antes da oficialização da pandemia, foi criada com o objetivo de dar resposta ao problema da falta de talento TIC nas empresas, particularmente as do universo da APDC, para responder às suas necessidades. Como explicou o presidente da Associação, destina-se a desempregados ou pessoas em situação de subemprego, permitindo a sua requalificação para a área das TIC e enveredar por uma nova carreira.

Assim, foram criadas ações de formação de seis meses, da responsabilidade da Academia, nas áreas em que as empresas envolvidas identificaram as suas necessidades. Como programação em Java, .Net, Python, Cobol, Outsystems, Appian, gestão de plataformas CRM e Enterprise Resource Planning, bem como Cloud Services ou Redes e Cibersegurança. Seguir-se-ão três meses de formação em contexto de trabalho, já nas empresas, findo o qual pelo menos 80% dos formandos serão contratados com um salário mínimo de 1200 euros mensais.

Rogério Carapuça adiantou ainda que, tendo em conta o contexto, a recetividade das pessoas foi exponencial, já que foram recebidas 5,6 mil candidaturas ao programa. Destas, foram selecionados 900 para a seleção final dos 430 selecionados. Accenture, Altran, Axians, Ceiia, CI&T, Deloitte, DXC Technology, Experis, Extrabite, GFI/Inetum, Minsait Indra, Joyn, Microsoft, Outfit, Promopcmkt, Softinsa e Zarph são as empresas envolvidas nesta fase.

Além do UpSkills, foram apresentados o Programa Nacional de Inclusão para a Literacia Digital e o programa Eu Sou Digital.

Sob o tema "Portugal Digital Mais Inclusivo", esta primeira iniciativa das INCoDe_Talks quereve como objetivo trazer analisar desafios como garantir a literacia e a inclusão digitais para o exercício da cidadania, estimular a especialização em tecnologias e aplicações digitais para a qualificação do emprego e o produzir novos conhecimentos em cooperação internacional. Foi desenhada em conjunto com o MEDICI - Mapping Digital Inclusion, um projeto europeu que reúne boas práticas de inclusão digital nos 27 Estados-Membros da UE e no Reino Unido desenvolvido em parceria com o CEPCEP, da Universidade Católica Portuguesa.

2024-02-21 | Atualidade Nacional

Depois de rejeitada a primeira proposta


2024-02-21 | Atualidade Nacional

Mostra estudo realizado pela Microsoft com a IDC


2024-02-21 | Atualidade Nacional

Em parceria com a Accenture, Avanade e Unicorn Factory Lisboa


2024-02-16 | Atualidade Nacional

Plataforma tecnológica é agora detida pelos sul-coreanos da Coupang


2024-02-15 | Atualidade Nacional

Tecnológica garante ter condições para executar a estratégia definida


2024-02-15 | Atualidade Nacional

Candidaturas para profissionais abertas até 30 de março


2024-02-15 | Atualidade Nacional

Decorre até ao dia 18, na India


2024-02-15 | Atualidade Nacional

Com adoção pioneira de novo equipamento da fabricante


2024-02-15 | Atualidade Nacional

Dados da MedUX mostram que Berlim lidera ranking da qualidade das redes