Venda da Neotalent faz disparar lucros da Novabase em 2023

2024-02-15

A Novabase encerrou o exercício do ano passado com lucros de 47,1 milhões de euros, com um reforço homologo de 428%, que se ficou a dever às mais-valias de 39,8 milhões na sequência da venda da Neotalent. Já o volume de negócios cresceu 10%, fixando-se em 132,6 milhões de euros. O EBITDA foi de 10,9 milhões, mais 19%.

"A Novabase alcançou em 2023 progressos importantes na execução da sua estratégia, espelhados nos resultados que agora apresentamos", refere o presidente e CEO da empresa, Luís Paulo Salvado, em comunicado.

"O retorno acionista total foi de 42%, refletindo o bom desempenho estratégico e operacional. Para 2024, e apesar da incerteza que continua a ser a variável dominante, acreditamos na capacidade da nossa equipa para executarmos a estratégia definida", acrescenta.

A empresa vai propor na Assembleia Geral a distribuição de mais de 98% do lucro pelos acionistas. O que corresponderá ao pagamento de um dividendo de até 1,79 euros por ação. A concretizar-se, este valor "corresponde à distribuição de até 46,3 milhões de euros aos acionistas, um montante equivalente a cerca de 98,4% do resultado líquido consolidado do exercício 2023", diz a tecnológica. 
 


2024-04-18 | Atualidade Nacional

Programa de Open Innovation da Test Bed 5G


2024-04-18 | Atualidade Nacional

Com um reforço de 10% face ao ano anterior


2024-04-18 | Atualidade Nacional

12 foram apoiadas pela StartUp Portugal, no âmbito do Programa Business Abroad


2024-04-18 | Atualidade Nacional

Para fornecer serviços de desenvolvimento remoto de TI


2024-04-18 | Atualidade Nacional

Alcançando valor recorde de 4,7 milhões de euros


2024-04-11 | Atualidade Nacional

Seis meses depois de se ter demitido


2024-04-11 | Atualidade Nacional

Avança Jornal de Negócios, citando fontes ligadas ao processo


2024-04-05 | Atualidade Nacional

Percorrendo o país com roadshow de inovação